SES-AM e sindicatos se reúnem para alinhar retomada de atividades da Mesa Estadual de Negociação

A gestão da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e representantes de sindicatos do setor realizaram, na manhã desta sexta-feira (11/12), reunião de alinhamento para a retomada das atividades da Mesa Estadual de Negociação Permanente do SUS no Amazonas. A primeira reunião da Mesa deve ocorrer já no mês de janeiro.

 

O titular da SES, Marcellus Campêlo, destacou que a valorização do servidor faz parte das ações do programa Saúde Amazonas e também é uma determinação do governador Wilson Lima, e inclui a retomada das discussões em relação ao Plano de Cargos Carreiras e Remunerações (PCCR) e todos os assuntos que envolvem o tema.

“É prioridade do programa Saúde Amazonas, prioridade de governo, a gente regularizar a situação dos servidores e termos uma perspectiva melhor e tão merecida para os servidores da saúde, que desempenharam e continuam desempenhando muito bem o seu papel durante a pandemia e no dia a dia nos serviços na rede”, disse.

 

A Mesa tem o objetivo de estabelecer um fórum permanente de negociação entre os empregados e trabalhadores do SUS, com foco nos pontos pertinentes à força do trabalho em saúde, tendo caráter paritário e permanente. Outro foco é garantir os processos de negociação para tratar dos conflitos e demandas decorrentes das relações funcionais e de trabalho. As atividades da Mesa de Negociação estavam paradas desde maio de 2019, em virtude do pico da pandemia do novo coronavírus.

 

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Área da Saúde do Estado do Amazonas (Sindsaúde), Cleidimir Francisca, disse que o resultado da reunião é um grande avanço, positivo e significa um presente de final de ano aos servidores.

“Nós vamos começar com certeza absoluta o ano de 2021 com um pé na frente. Queremos agradecer à Secretaria de Saúde, através do secretário, por estar dando esse espaço de diálogo. É muito importante para as entidades sindicais, para a classe trabalhadora. São muitas coisas pendentes a serem discutidas. Nós só temos a agradecer por esse pontapé inicial”.

 

A mesa de negociação é composta, de forma igualitária, de membros do Governo do Estado e membros dos sindicatos. “Hoje foi a primeira reunião de alinhamento do passo a passo do que tem que ser feito em relação a isso, envolvendo sindicatos, conselhos e todas as instituições que têm interesse nesse tema e que defendem os direitos dos trabalhadores da saúde”, finalizou o titular da SES-AM, Marcellus Campêlo.

 

FOTOS: Paulo Bahia/SES-AM

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.