Sampaoli dá show. Brasileiros precisam aprender

orge Sampaoli é um bálsamo no futebol brasileiro. Mostrou uma vez mais, agora pelo Galo e contra o Flamengo. Colocou o Galo com muita personalidade e força contra o temido campeão da América. Não teve medo um instante sequer.

É impressionante a intensidade de seus times. A luta pela bola, a cada minuto, a cada jogada. Foram 16 desarmes, 15 interceptações e 24 cortes. Números que mostram um time muito atento ao jogo, pronto a não dar sossego a quem está com a bola.

Os brasileiros precisam aprender. Ter força para jogar sempre, inclusive quando o treinador erra. E Sampaoli também errou. O Galo começou mal.

Tinha três zagueiros e pouca gente no meio, o que permitia espaço para Gerson criar. Dominado, conseguiu o gol em uma infelicidade de Filipe Luís. Consertou ainda no primeiro tempo. Tirou Gabriel e colocou Jair no meio. Equilibrou o jogo, marcando fortemente o dono da bola. Depois, quando o Flamengo pressionou, voltou a ter três zagueiros e apostou no contra-ataque com Keno e Marrony. Domènec respondeu às mudanças de Sampaoli tentando sempre colocar mais atacantes.

Saíram Arrascaeta, Gerson e Everon Ribeiro e entraram Pedro, Michael e Vitinho. Não deu certo. Foi um sufoco sem organização. O Flamengo poderia ter vencido, mas Gabigol e Bruno Henrique não estavam bem na hora de finalizar. Lentos para decidir. Vai melhorar, claro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here