Noticias Do Sul Do Amazonas

Propostas pedagógicas para 2022 são apresentadas para profissionais dos 61 municípios do interior do Estado

O encontro busca apresentar as propostas pedagógicas e curriculares do Ensino Fundamental e do Programa de Correção de Fluxo Escolar – Avançar

As 61 Coordenadorias Regionais de Educação, localizadas no interior do estado, receberam, nesta quinta-feira (20/01), por meio de transmissão ao vivo, o I Encontro Informativo das Escolas Estaduais. A atividade apresentou as propostas pedagógicas e curriculares do Ensino Fundamental e do Programa de Correção de Fluxo Escolar – Avançar, com orientação para os multiplicadores sobre o processo de socialização das informações para as equipes técnico-pedagógicas e professores da rede estadual de ensino do Amazonas.

O encontro foi voltado para gestores, pedagogos, assessores pedagógicos e apoio pedagógico. E transmitido para todo o estado via Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam).

De acordo com a diretora do Departamento de Políticas e Programas Educacionais (Deppe), Adriana Antonaccio, a ideia é apresentar uma nova proposta curricular do Ensino Fundamental e do Programa de Correção de Fluxo Escolar – Avançar.

“Nosso intuito é alinhar os conteúdos dos estudantes do Ensino Fundamental com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), em consonância com o Plano Nacional de Educação, o Plano Estadual de Educação e o Referencial Curricular Amazonense (RCA), ou seja, nós buscamos trazer o protagonismo a esse aluno do Ensino Fundamental, para que ele seja um indivíduo mais capaz de tomada de decisões; e que ele possa se desenvolver de forma integral e transversal”, explanou Antonaccio.

A coordenadora do Ensino Fundamental da Secretaria de Educação, Keylah Dolzanes, explica que este encontro é voltado para o diálogo com as equipes pedagógicas dos municípios do interior do Amazonas. “Ontem, nós conversamos com a equipe escolar da capital e, hoje, é a vez do interior conhecer e debater sobre esta matriz pedagógica, que vai nortear o ano letivo em 2022, e vai servir como base para o planejamento do que deve ser aplicado na sala de aula”, pontuou.

Para a coordenadora regional de educação de Novo Airão (distante 115 quilômetros de Manaus), Neliany Castro de Menezes, o evento sanou dúvidas e pontuou situações importantes.

“Foi um encontro muito proveitoso, principalmente por pontuar algumas situações que tínhamos dúvidas de como procederíamos, pois, como se trata de algo novo, é normal que surjam algumas incertezas. Outro ponto é a atenção voltada ao ‘Avançar’, pois é necessário que nós nos apropriemos do bojo do programa para que possamos explicar a toda comunidade escolar como é o processo dessa modalidade”, finalizou a coordenadora.

FOTO: Eduardo Cavalcante / Seduc-AM

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.