Professores da Ufam decidem sobre greve, em Manaus

Manaus – Com o intuito de decidir sobre a greve da categoria, professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) se reúnem, na tarde desta terça-feira (9), em Assembleia Geral. Encontro acontece no Auditório Eulálio Chaves, no Setor Sul do Campus.

A última Assembleia Geral realizada pela Associação dos Docentes da Ufam (Adua) terminou em bate-boca e sem decisão. Realizada no dia 26 de maio, a reunião ficou no impasse sobre a contagem ou não de votos dos professores das unidades de Benjamin Constant, Coari, Humaitá e Parintins. O sistema de votação também causou atrito entre os participantes com acusações de alunos estarem recebendo cédulas para votar no lugar de professores.

Segundo a Adua, assim como na última Assembleia Geral, todos os professores da universidade, sindicalizados ou não, terão direito à voz e ao voto. Para assinar a lista de presença e receber o cartão de votação os docentes deverão apresentar documento de identificação funcional (crachá ou comprovante de rendimentos mais documento oficial com foto). A lista de presença será recolhida uma hora após o início da Assembleia.

Os principais pontos da pauta de reivindicação são a defesa do caráter público da universidade; melhores condições de trabalho; garantia de autonomia; a reestruturação da carreira; e a valorização salarial de ativos e aposentados. “Diante das ameaças do governo às instituições Federais de Ensino Público, haja vista o corte orçamentário de quase R$ 10 bilhões subtraídos da educação pública, nossa alternativa é lutar ou lutar!”, disse presidente da Adua, José Alcimar..

governo

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here