PRF apreende tabletes de maconha e haxixe durante ações na fronteira

Uma das ações contou com apoio do helicóptero da DOA (Divisão de Operações Aéreas) de Mato Grosso do Sul

Equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreenderam nesta terça-feira (6) tablete de maconha e haxixe durante operações na região de Ponta Porã – cidade a 323 quilômetros de Campo Grande. Uma das ações contou com apoio do helicóptero da DOA (Divisão de Operações Aéreas) de Mato Grosso do Sul.

Conforme apurado pela reportagem, os policiais receberam denúncias de que grande quantidade de droga estava escondida às margens da BR-463. Equipes terrestres começaram as rondas pela região e também solicitaram apoio aéreo.

Com apoio das diligências aéreas, foram encontrados fardos de maconha, que pesaram 72 quilos da droga. O helicóptero da DOA ficou afastado para manutenção por alguns meses e retornou ao Estado nesta semana, reforçando o policiamento na fronteira de Mato Grosso do Sul, que tem mais de 600 quilômetros sem qualquer tipo de barreira física com o Paraguai e por isso é considerado porta de entrada do tráfico para o resto de país.

Já o segundo caso aconteceu durante abordagem na unidade operacional da rodovia. A equipe de plantão deu ordem de parada a um Ford Edge, com placa de Londrina (Paraná), que era conduzido por Willian Vinicius Silva de Oliveira, de 28 anos. Ele estava com uniforme de uma empresa de agronegócios e contou aos policiais que viajava a trabalho.

Apresentou crachá, cartões da empresa com seu nome, e detalhou que estava indo para Dourados para atender um cliente, por isso carregada alguns produtos para amostra, como botinas e sal. Na conversa com os policiais rodoviários federais explicou que era a primeira vez que fazia aquele trajeto e que havia comprado o carro há cerca de 10 dias.

Depois de ouvir o suspeito, os policiais vistoriaram o Ford Edge e encontraram dois compartimentos ocultos com diversos tabletes de haxixe marroquino, que pesaram pouco mais e 70 quilos da droga.

Willian negou saber da existência dos fundos falsos no carro e também dá droga. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã.

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.