Home / Capa / Presidente da Camara nega “Tribuna Livre” para Associação de professores de Lábrea

Presidente da Camara nega “Tribuna Livre” para Associação de professores de Lábrea

O fato ocorreu na manhã desta sexta-feira (30) no município de Lábrea que fica cerca de 550 km em linha reta  de Manaus.
Professores do município protocolaram documento na secretaria da câmara municipal solicitando a participação do representante da categoria, para reivindicar junto aos vereadores informações sobre os valores de repasse do FUNDEB e sobre a reposição do saldo devedor do LabreaPrev que tem gerado prejuízos aos servidores municipais de forma geral, principalmente servidores em educação que já tem tempo de trabalho para se aposentar, mas que não conseguem devido o gestor atual do município não pagar o Instituto com os repasses obrigatórios, destes primeiros dois anos, cerca de 23 meses.
O presidente da Associação dos Professores Municipais acusa que, o prefeito Gean Barros saqueou mais de R$ 12 milhões de reais quando esteve gestor anteriormente, cometendo crime de responsabilidade absurdos que infelizmente não recebeu punição alguma que o privasse de ocupar cargos públicos novamente.
Em seu ‘novo’ mandato que está em curso, o prefeito de Lábrea continua saqueando o que é de direito dos trabalhadores municipais, que ao que parece tem proteção especial concedido pelos vereadores municipais que sabem de tudo. mas fazem de conta que não está acontecendo nada de anormal.
“Hoje (30) fomos impedidos de nos manifestarmos na tribuna da câmara, com alegação do presidente, afirmando que nosso pedido havia sido protocolado fora do prazo, o que não é verdade, pois o documento apresentado na secretaria da Câmara, registrou o dia e o horário correto como manda a lei. Infelizmente estamos em uma queda de braço com quem por lei deveria ser nossos defensores!”. Desabafou o representante dos servidores em educação.
Lábrea precisa da ação imediata do MPE para apurar está série de irregularidades que continuam sendo praticadas pelo prefeito municipal, e nos não vamos deixar de cobrar o que é um direito adquirido por anos de trabalho e dedicação ao serviço público municipal.

2 comments

  1. Francisco ed Carlos p g

    Espero que quando o novo presidente e o novo governador que não têm nenhum viculo com esse prefeito assumirem, mande logo a Federal vim buscar esses ratos do nosso munícipio.

  2. Não percam o foco, pois eles farão de tudo para burlar qualquer movimento em pró da categoria. O dinheiro está sendo saqueado da educação. Não abaixem as cabeças. Avante PROFESSORES. É preciso parar TUDO e somar mais força. Com certeza ainda tem professor que ainda não aderiu o movimento.
    Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *