Home / Capa / Presidente da Câmara Municipal de Humaitá pode ser preso a qualquer momento

Presidente da Câmara Municipal de Humaitá pode ser preso a qualquer momento

 

Uma informação bombástica que corre no meio jurídico em Manaus, coloca em perigo a liberdade do atual presidente da Câmara de Humaitá Humberto Neves Garcia (PAIZINHO).

Após decisão proferida pelo Desembargador Delcio Luis Santos do Tribunal de Justiça do Amazonas que determinou a anulação da eleição antecipada da mesa diretora, do parlamento municipal para o biênio de 2019 a 2020. Segundo o Agravo Retido N. 0008165-24.8018.8.04.0000 é o Recurso do procrastinatorio do Presidente que tenta anular a Decisão em Mandado de Segurança, mas deveria ter cumprido de imediato a decisão do Desembargador o que não aconteceu oficialmente até o momento.

O vereador presidente descumpriu mandado de execução imediata de nova eleição, postergando o cumprimento da medida liminar, Humberto Neves Garcia aguarda a reversão da liminar do mandado de segurança sem cumprir a determinação do Desembargador comentando crime de desobediência de ordem judicial, que pode ser punida com prisão Civil.

O silêncio não paralisa a ação e o processo em curso continua valendo, mesmo sendo descumprinda pelo vereador presidente.

Acompanhamos o andamento do pedido de prisão que pode ser assinada a qualquer momento pelo Desembargador plantonista, que por falta de sorte do vereador Paizinho é o mesmo Juiz Desembargador que proferiu a decisão anulando sua reeleição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *