Por que o STJ descartou prints do WhatsApp Web como provas de crimes


Ministros da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça reafirmaram entendimento sobre uso de prints do WhatsApp em processos. Decisão não obriga outros juízes a invalidarem esses elementos em todos os casos.

 

As conversas do WhatsApp podem não ser aceitas como provas pela Justiça. Isso porque há a possibilidade dos tribunais seguirem a posição da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que mais uma vez invalidou o uso desses elementos.

O entendimento não obriga outros juízes a invalidarem prints do WhatsApp em todas as situações. Porém, ele sinaliza como casos semelhantes serão analisados se chegarem à instância superior.

Loading...

Fonte: G1


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here