Por irregularidades, TCE suspende concurso da prefeita de Beruri

Por irregularidades, o conselheiro Mário Filho, do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), decidiu suspender cautelarmente concurso público da Prefeitura de Beruri para 288 vagas de ensino fundamental, médio e superior.

As vagas são para merendeira, carpinteiro, mestre de obras, cozinheiro, motorista, técnico em enfermagem, veterinário, professor, médico, entre outros. Os salários variam de R$ 954 a R$ 4 mil.

A suspensão foi por causa de falhas no edital de concurso, conforme apontado pelo Ministério Público de Contas (MPC) e da diretoria de controle externo de admissões de pessoal do TCE.

 

Leia mais

Educadores de Beruri denunciam ao MP-AM má gestão do Fundeb

 

Prazo para corrigir irregularidades

Entre essas irregularidades estão o não encaminhamento do edital para apreciação do tribunal, confusão entre cargo de vigia e de guarda municipal, além de falta de documentação da contratação do Instituto Merkabah, responsável pelo certame.

A prefeita Maria Lucir Oliveira (MDB), a Dona Maria, tem até o dia 10 de março para corrigir essas irregularidades e informar ao TCE. Essa é a data prevista para a aplicação das provas do concurso.

 

Foto: Ana Cláudia Jatahy/TCE

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here