Polícia prende homem que se vestia de freira e praticava charlatanismo

A Polícia Civil do estado de Santa Catarina, no do Sul do país, prendeu um homem que se intitulava médium, se vestia como freira e realizava procedimentos clínicos e cirúrgicos, sem a devida formação técnica. Ele atuava nos municípios de Timbó, Blumenau e Ibirama, no Vale do Itajaí.

Conhecido como Madre Catarina, ele divulgava alguns dos procedimentos nas redes sociais.

Durante uma operação “Sancta Pecúnia” contra associação criminosa, a polícia apreendeu a roupa usada pelo homem e pertences que eram utilizados nos procedimentos, além de R$ 2.850 em dinheiro.

Além disso, o Poder Judiciário determinou a indisponibilidade de quatro veículos, pois suspeita-se que os carros teriam sido comprados com a prática dos atendimentos ilícitos, cujo valor total gira em torno de R$ 467 mil.

Segundo a Polícia, os atendimentos custavam R$ 100 e cada procedimento cirúrgico R$ 300. Além de pequenas cirurgias, a ‘madre’ utilizava de elementos religiosos para prometer a cura de doenças.

Fonte: Chumbo Grosso Manaus

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.