Home / Capa / Polícia prende assassino de sargento da PM em Manacapuru

Polícia prende assassino de sargento da PM em Manacapuru

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Rodrigo Torres, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, município distante 68 quilômetros em linha reta da capital, cumpriu na tarde desta terça-feira (25/09), por volta das 14h30, mandado de prisão preventiva por homicídio em nome de Elizeu Fernandes Saraiva, 30, autor do homicídio do cunhado dele, o sargento da Polícia Militar José Nazareno Caetano Nunes, ocorrido na manhã de domingo (23/09), em um sítio localizado na zona rural de Manacapuru. Na ocasião, a vítima tinha 48 anos, foi alvejada com um tiro na cabeça.

De acordo com a autoridade policial, a ordem judicial em nome de Elizeu foi expedida no dia 25 de setembro deste ano, pela juíza Danielle Monteiro Fernandes Augusto, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Manacapuru. Conforme Torres, a prisão de Elizeu foi efetuada após o infrator se apresentar na unidade policial na tarde de hoje.

Crime – O delegado titular da DIP de Manacapuru informou que homicídio ocorreu por volta das 9h, em um sítio situado na Estrada do Calado, em Manacapuru. “Naquela manhã, Elizeu estava na casa de José e presenciou uma discussão entre o sargento e a companheira dele, que é irmã de Elizeu. O infrator tentou intervir na briga e começou a discutir com José, que estava armado. Na ocasião, o transgressor desarmou o sargento e efetuou um disparo, atingindo a cabeça da vítima, que veio a óbito no local”, explicou.

Conforme Rodrigo Torres, após o disparo o infrator empreendeu fuga do local e jogou a arma de fogo em uma área de mata. “Ao tomarmos conhecimento do homicídio, iniciamos as diligencias necessárias. Encontramos a arma e munições deflagradas, e após o trabalho investigativo constatamos a autoria do crime. Representei pelo pedido de prisão preventiva de Elizeu, que foi cumprido nesta tarde quando o infrator se apresentou na unidade policial”, disse.

Indiciamento – Elizeu foi indiciado por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele ficará custodiado na carceragem da DIP de Manacapuru, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *