Noticias Do Sul Do Amazonas

“Piratas” são presos acusados de chefiar organização criminosa no AM

Foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (21), no município de Coari (a 363 quilômetros da capital), a Operação Poseidon, que teve como alvos chefes de uma organização criminosa responsável por financiar a pirataria naquele município. Na ocasião, cinco integrantes do grupo foram presos, e R$ 7 mil em espécie foram apreendidos.

A operação contou com o apoio das equipes do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core-AM), além de agentes da Base Arpão e do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) daquele município.

O delegado José Barradas, titular da DIP de Coari, informou que foram presos, em cumprimento a mandados de prisão preventiva por tráfico de drogas e organização criminosa, Lourena Thabita Souza de Carvalho, de 24 anos; Roney Queiroz de Jesus, 32, no bairro Chagas Aguiar; Edilson Batista de Oliveira, 19, e Douglas Ferreira Cardoso, 22, localizados no bairro Pera 3. Além deles, também foi preso em flagrante pelos crimes Eltonei Ferreira de Souza.

“Deflagramos a Operação Poseidon para cumprir, ao todo, oito mandados de prisão preventiva e dez mandados de busca e apreensão, relacionados ao crime de tráfico de drogas. Os infratores também financiavam pirataria nos rios do município. As investigações duraram cerca de 15 meses”, disse Barradas.

A autoridade policial destacou que foram presos cinco integrantes da organização criminosa, porém, as diligências seguem para localizar os demais envolvidos no crime. As ordens judiciais foram expedidas pela 1ª e 2ª Vara da Comarca de Coari, do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM).

No decorrer da ação, os policiais apreenderam duas motocicletas, cinco aparelhos celulares, computadores, além de porções de substâncias entorpecentes e dinheiro em espécie.

Todos os cinco indivíduos responderão pelos crimes de tráfico de drogas e organização criminosa, e serão encaminhados à Unidade Prisional de Coari, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Portal D24AM

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.