PCC picha muros na Vila Almeida e ameaça quem pensa em roubar por lá

‘Proibido roubar na quebrada’

Muros de residências localizadas na Vila Almeida, em Campo Grande, foram pichados por supostos integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). As mensagens contêm siglas do crime organizado e até mesmo alerta para que não sejam cometidos roubos naquela localidade.

As pichações podem ser localizadas nas ruas Miranda, Três Lagoas, Ponta Porã e Marechal Hermes. O número 1533, comumente usado pelos faccionados, faz alusão à ordem numérica das letras do alfabeto que integram a sigla PCC. Já a abreviação PJL significa Paz, Justiça e Liberdade e também é usada por rivais do CV (Comando Vermelho).

Um dos muros, consta a inscrição AJNV, que de acordo com a Polícia Militar faz alusão ao código disciplinar do crime organizado, no sentido de que, ‘quem descumprir ordens será punido’. Perto dali, em outro muro, foi pichado seguinte alerta: “Proibido roubar na quebrada”.

O objetivo da facção é passar a mensagem de que a ‘ordem’ deve ser mantida para que não haja interferência externa. Ou seja, em caso de ocorrência de crimes, a polícia se posta em alerta e passa a reforçar o patrulhamento naquela região, com objetivo de tentar localizar os suspeitos.

O tenente-coronel Anderson Rezende Diniz, comandante da 5ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), responsável pela região da Vila Almeida, afirmou que não tinha conhecimento das pichações até então, mas disse que as equipes estão em alerta. “Não recebemos nenhuma reclamação dos moradores. Estamos reforçando o policiamento ostensivo na região do Imbirussu”, disse.

Fonte: Midiamix

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.