Para fugir da cheia do Rio Purus casa inteira é transportada em caminhão

É comum em Boca do Acre, em época de cheia do Rio Purus, no Amazonas, o transporte de uma casa inteira na carroceria de caminhõesPara fugir da cheia do Rio Purus casa inteira é transportada em caminhãoOito operários da Prefeitura e um borraceiro participaram da remoção da casa ( Felipe Oliveira)

BOCA DO ACRE, AM – Quatro municípios da  calha do Juruá já estão em situação de Emergência, de acordo com nota emitida pela Defesa Civil Estadual. São eles: Guajará, Ipixuna, Eirunepé, Itamaraty.  Não é ainda o caso da cidade de Boca do Acre ( distante a 1.038 quilômetros de Manaus). Porém, na semana passada, um fato inusitado, ganhou a manchete do portal da Folha de São Paulo. Um morador transportou a casa inteira num caminhão para fugir da enchente do Rio Purus.

A casa é de propriedade de Maria Aparecida Santos, de 59 anos. Ela mora no imóvel há dez anos, com o marido, seis filhos e dois netos.

A operação contou com a participação de oito operários da Prefeitura e um borracheiro,. Macacos hidráulicos foram usados no serviço.

Em Boca do Acre residências em madeira já são construídas num modelo que possa facilitar a remoção. É comum na cidade, em época de cheia, o transporte da casa inteira na carroceria de caminhões. Neste ano, o novo prefeito de Boca do Acre, José Maria da Cruz, o Zeca (PSDB), autorizou ajuda aos moradores com a mudança das casas.

Famílias de Boca do Acre assistem o caso com naturalidade e até usam do bom humor para dizer que na cidade mudam de endereço o proprietário e a residência. A matéria da Folha é assinada pelo repórter Jairo Barbosa, com foto de Felipe Oliveira.

DEAMAZONIA.COM.BR

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.