Noticias Do Sul Do Amazonas

Operação Hórus causa prejuízo de mais de R$ 9 milhões ao crime no Amazonas em onze dias

A integração das forças de segurança na Operação Hórus/Vigia, contra o crime organizado nas divisas do Estado do Amazonas, reflete nos resultados positivos alcançados entre domingo (1º/05) e esta quarta-feira (11/05), as apreensões geraram um prejuízo de R$ 9.326.408 milhões às organizações criminosas. O governador Wilson Lima determinou as ações de combate à criminalidade em todo o estado.

A atividade é coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), por meio do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras e Divisas (GGI-F), em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), e visa o combate à criminalidade em municípios do interior do estado.

O secretário-executivo do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras e Divisas (GGI-F), capitão Diego Magalhães, afirma que a operação tem como finalidade combater todos os crimes transfronteiriços, com foco principal no tráfico de drogas e armas.

“As apreensões têm se mostrado constantes nas faixas de fronteira, principalmente na Base Arpão, no município de Coari. A Operação Hórus é um importante reforço no combate específico aos crimes transfronteiriços”.

Durante o período, os agentes apreenderam 785 quilos de maconha do tipo skunk, 49 quilos de cocaína, dois veículos e 15 munições. Em uma das ocorrências, os policiais prenderam dois homens pelo crime de usurpação de patrimônio da união e extração ilegal de minerais, caracterizado como crime ambiental.

A prisão ocorreu em uma embarcação às margens do Rio Negro e o material foi avaliado em, aproximadamente, R$100 mil.

Programa VIGIA – Operação Hórus
Dentro das prioridades de combate ao crime organizado, crimes violentos e corrupção, o MJSP fortaleceu a atuação integrada com outros órgãos de Segurança Pública para impedir a entrada de drogas, cigarros, armas e munições pelas fronteiras do país. Coordenado pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi), o trabalho tem dado resultados expressivos.

A ação conta com o efetivo de todo o sistema de Segurança Pública do Amazonas e atua nas divisas, fronteiras e rodovias estaduais. Além de atuar diretamente na Base Arpão, localizada no município de Coari, e na cidade Tabatinga, que faz fronteira entre o Brasil, Colômbia e Peru, reprimindo a rota do tráfico.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.