Home / Capa / Operação do DIP prende drogas e munição com adolescente no Tarumã

Operação do DIP prende drogas e munição com adolescente no Tarumã

Três homens foram presos e um adolescente de 16 anos foi apreendido, com drogas, munições, aparelhos celulares e documentos falsos. A ação policial foi resultado da operação ‘Oxidante’, deflagrada na manhã desta sexta-feira (26), por volta das 10h, no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

De acordo com o titular do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Rodrigo Sá, as prisões do cabo da Aeronáutica reformado Agnaldo Domingos Silva Pinheiro, 50; o enteado dele, Wemerson dos Santos Mourão, 37, conhecido como ‘Ferrugem’, e Douglas Câmara da Silva, 27, e do adolescente ocorreram após denúncias anônimas.

A operação recebeu o nome ‘Oxidante’ porque o alvo era o ‘Ferrugem’. Ele, que já responde a quatro processos na Justiça por tráfico de drogas, estava sendo investigado há cerca de um mês. No decorrer das diligências, as equipes conseguiram identificar mais pessoas envolvidas no tráfico de drogas.

O trio será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis.

Com os suspeitos, os investigadores da Polícia Civil encontraram uma porção grande de maconha do tipo skunk, cinco porções de oxi e cocaína, 14 aparelhos celulares, dois tabletes, um GPS, um HD de computador, dois relógios, um cordão de bijuteria, cartões de recarga de celular, documentos falsos, um cartão de uma agência bancária, dois cartões de um programa mantido pelo Governo Federal, cinco munições de calibre 38, cinco de nove milímetros, quatro de calibre 380 milímetros, além de uma carcaça de metralhadora das Forças Armadas, que estavam em posse do cabo reformado da Aeronáutica.

Conforme Sá, os mandados de busca e apreensão para os endereços dos suspeitos foram expedidos no dia 22 de março deste ano, pelo juiz Glen Hudson Paulain Machado, do Plantão Criminal. ‘Ferrugem’, Douglas e o adolescente foram localizados em um condomínio, na Comunidade Campos Sales, no bairro Tarumã. Agnaldo foi preso no mesmo bairro.

Agnaldo, Douglas e Wemerson foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. Wemerson irá responder, ainda, por posse ilegal de munição de uso restrito e Agnaldo por posse de munição de uso permitido. Ao término dos procedimentos cabíveis, o trio será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, na Zona Sul da capital.

Já o adolescente será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde irá responder por ato infracional análogo aos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

fonte: correiodaamazonia.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *