Home / Capa / “O Amazonas não pode cair nas mãos de um aventureiro”, diz Amazonino

“O Amazonas não pode cair nas mãos de um aventureiro”, diz Amazonino

Menos de 24 horas depois do fim do primeiro turno, o candidato ao governo pela coligação “Eu Voto no Amazonas”, Amazonino Mendes (PDT), participou de um encontro com lideranças comunitárias promovido pelo presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), o deputado estadual eleito Wilker Barreto (PHS), e destacou que o Amazonas não pode cair nas mãos de um aventureiro, que nunca administrou nada.

Na sede do Partido Humanista da Solidariedade (PHS), conjunto Parque das Laranjeiras, zona centro-sul, Amazonino Mendes agradeceu, na noite desta segunda-feira (08/10), mais uma vez pela votação e ressaltou que o Amazonas corre o risco de voltar ao estado pré-falimentar encontrado por ele há um ano.

“Este velho coração aqui não admite a hipótese de tudo que construímos, com muito sacrifício nestes 12 meses de trabalho, recuperando o Estado, caia nas mãos de um aventureiro qualquer, que nunca administrou nada”, declarou o candidato.

Amazonino destacou que o segundo turno é o momento da razão, em que o eleitor vai apreciar o que foi realizado nos últimos meses, dos avanços nas secretarias, da briga pelos direitos da Zona Franca, sobretudo pelo futuro do Amazonas. “É preciso votar com segurança, com a razão. Vocês não estão votando numa pessoa que é apresentador de televisão. Não, vocês estão votando vítimas de uma conjunta. Não é a pessoa, que pode ser boa. Mas a pessoa é irresponsável, porque se abalançar para governar um estado tão complicado, complexo, sem nunca ter governado, administrado, só sendo irresponsável. Não tem outra forma”, comentou o candidato.

Hora da razão contra a emoção

A candidata a vice-governadora, Rebecca Garcia (PP), disse às lideranças comunitárias de diversas zonas de Manaus que o segundo turno vai ser da razão contra a emoção. “A eleição costuma ser da emoção. Só que a emoção é somente no dia da urna. No dia seguinte vem a ressaca da realidade. E você, caso não vote com a razão, fará com que nós amazonenses paguemos um alto preço nos próximos quatro anos. O futuro de quatro milhões de amazonenses não pode ser comandado por aventureiro”, comentou Rebecca.

O vereador Wilker Barreto destacou as conquistas econômicas do novo governo, como o aumento de 6,4% do Produto Interno Bruto (PIB), o crescimento do Polo Industrial de Manaus e salientou que o melhor para o Amazonas é a permanência de Amazonino. “Não é com o coração que se decide uma eleição. Precisamos pensar com a razão. Neste momento de crise, não podemos embarcar numa aventura. Não posso ser irresponsável que nosso Amazonas caia numa aventura. É inegável o que o governador Amazonino realizou em tão pouco tempo de governo, principalmente na área econômica. Isso é trabalho de quem sabe governar e tem experiência”, declarou o deputado eleito.

Fotos: Clovis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *