Nocautes e finalizações marcam a primeira edição do Skull Champions

Nocautes e finalizações marcam a primeira edição do Skull Champions

Com 10 super combates de artes marciais mistas, o bairro Novo Israel, na zona norte de Manaus, recebeu no último sábado (27/07), a primeira edição do Skull Champions. O evento, que foi chancelado pela Comissão Atlética de MMA do Amazonas (Camma-AM), contou o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel). “O MMA é um dos esportes mais populares e muitos atletas treinam incansavelmente para terem o melhor resultado dentro do octógono. O Skull Champions trouxe atletas experientes, mas também deu oportunidade a vários lutadores que estão começando na modalidade. O resultado foi um sucesso e o esporte foi valorizado”, afirmou Caio André de Oliveira, secretário da Sejel.

Com o objetivo de mostrar à população que a Polícia Militar do Amazonas (PMAM)possui na corporação atletas de alto e bom nível no MMA, o cabo da PMAM e idealizador do Skull Champions, Carlos Belém, falou sobre o surgimento da competição e o sucesso resultante da primeira edição do evento.

“Sou atleta de MMA e sempre quis fazer algo pelo esporte, foi então que decidi investir em algo que iria promover a modalidade e os colegas de farda. Dessa forma o Skull Champions surgiu, trazendo um card variado, entre lutadores civis e policiais militares. Graças a Deus tivemos um resultado bastante positivo e muitas pessoas elogiaram o trabalho. Inclusive, atletas de outros estados já entraram em contato comigo e perguntaram sobre a possibilidade de participação na próxima edição”, ressaltou.

Belém falou ainda sobre a montagem do card para a primeira edição e a participação do público. “Tudo foi planejado e ocorreu dentro do esperado. O público rotativo foi de aproximadamente 400 pessoas e a comunidade teve uma excelente participação, tendo em vista este ter sido o primeiro evento de MMA no bairro Novo Israel. Além disso o card foi montado com muitos critérios. Eu, como atleta da modalidade, sempre estou participando de eventos e busquei dar oportunidade às equipes e atletas que se mostraram comprometidos e que vem se destacando no MMA”, explicou.

Representação – A única luta feminina da noite foi entre as atletas Ana Carla (Paixão Farias) e Gilsely Perêa “Gilborg” (Nak Su Brunocilla). Com um minuto e 26 segundos de combate, “Gilborg” levou a melhor e, após um knockdown sobre a adversária, aplicou um mata-leão que definiu a luta. Lutadora de Benjamin Constant, a 1.118 quilômetros de Manaus, a atleta garantiu a oitava vitória de seu cartel por finalização.

Novidade – De acordo com Belém, a 2ª edição do evento será realizada em breve. “Já estamos trabalhando e avaliando uma data para a 2ª edição do evento, que virá com muitas novidades. Dentre elas estarão a possibilidade de disputas de cinturão em outras categorias e a participação de atletas de outros estados. Faremos o que estiver ao nosso alcance para que o evento se firme no calendário esportivo do estado e possa ser um dos melhores eventos da modalidade. Esse é o objetivo, permitir que a polícia militar possa estar lado a lado com a população e trabalhar para que o esporte seja desenvolvido como um todo”, finalizou.

Destaque – Entre as lutas mais esperadas da noite estava a do sargento do Batalhão de Choque da PMAM, Anderson Santos, o “Choque”. Representante da academia SD System Checkmat, o lutador falou sobre a preparação para o duelo. “Tive uma preparação bem intensa. Todos na academia me ajudaram e fui preparado para lutar tanto em pé quanto no chão. Eu estou muito satisfeito com o resultado. Treinei para dar show e acredito que consegui. Foi o único nocaute da noite e isso não tem preço”, afirmou.

Com sete vitórias em 10 lutas, “Choque” estreou no MMA em 2013, aos 27 anos, contra o ex-lutador do Ultimate Fight Championship (UFC), o manacapuruense Ronys Torres. Para ele, a vitória no Skull Champions foi fruto de muito foco. “Estava verdadeiramente determinado a dar o meu melhor dentro do octógono. Mesmo com as dificuldades nos treinos, por conta do meu trabalho e de outros fatores do cotidiano, venci o cansaço e fortaleci o meu corpo e a minha mente para me preparar para esta batalha, e venci”, explicou ele, que já está em busca de novos desafios.

“Faturei o cinturão do Skull Champions na categoria 70kg e espero poder lutar novamente, dessa vez, na categoria 66kg. Vou continuar treinando com o meu mestre Sammy Dias, que é o meu grande exemplo. Acredito que ainda terei muitos combates em minha carreira e sei tudo só depende da minha determinação e força de vontade, e eu vou chegar lá”, profetizou o atleta.

Resultados – Confira os resultados da primeira edição do Skull Champions.

Skull Champions I

Luta 1

Laylson Marinho (Tem Sonic) X Solano Silva (Team Gorila)

Vencedor: Solano Silva, por finalização (guilhotina), aos 1’20” do 1° round;

Luta 2

Pedro Silva (Atraídos por Deus / Lion Bruce) X Abdel Lemos (Team Sonic MMA)

Vencedor: Pedro Silva, por intervenção médica;

Luta 3

Jonney Isidoro (Freitas MMA) X Abdel Silva (Guimarães Gold Team)

Vencedor: Jonney Isidoro, por finalização (chave de perna), aos 39″ do 1° round;

Luta 4

Felipe Guerreiro (Nova União MPBJJ) X Vítor Gama (Léo Top Team)

Vencedor: Felipe Guerreiro, por finalização (katagatame), aos 3’09” do 3° round;

Luta 5

Ana Carla (Paixão Farias) X Gilsely Perêa “Gilborg” (Nak Su Brunocilla)

Vencedor: Gilsely Perêa “Gilborg“, por finalização (mata-leão), aos 1’26” do 1° round;

Luta 6

Heglerson “Mata-Boi” (Atraídos por Deus / Nak Su) X Augusto Costa (Cosme Júnior Team)

Resultado: Empate;

Luta 7

Oslione Monteiro (Renovação Coari Team) X Samuel Rocha (Balby Team)

Vencedor: Samuel Rocha, por nocaute técnico, aos 4’43” do 1° round;

Luta 8

Gabriel Fernandes (DGT -Tefé) X Sérgio Ribeiro (Nova União MPBJJ)

Vencedor: Sérgio Ribeiro, por decisão dividida;

Luta 9 – Co-main Event

Victor Castro (Nova União MPBJJ) X Ronildo Cabral (Equipe The House Fight – Coari)

Vencedor: Ronildo Cabral, por decisão dividida;

Luta 10 – Main Event

Anderson Choque (SD Training System) X Samuel Xavier (Leão de Judá / Team Sonic MMA)

Vencedor: Anderson Choque, por nocaute, aos 4’23” do 2° round;

Fotos: Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here