Motorista que atropelou sargento da PM em Manaus acumula multas por excesso de velocidade

Dois boletins de ocorrência já haviam sido registrados contra ele.

Por Rickardo Marques, G1 AM

Sargento Sérgio Ramos era corneteiro da banda da PM (Foto: Divulgação)

Excesso de velocidade, estacionar em fila dupla e também sobre marcas de canalização. Estas são as infrações que constam no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) do homem apontado como condutor do veículo envolvido no acidente que matou o sargento da Polícia Militar (PM-AM), Sérgio Ramos, na tarde desta quinta-feira (8).

Entre as infrações existentes no site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), o excesso de velocidade possui maior incidência, com registros em pelo menos três veículos diferentes.

Além das multas, o motorista também possui outros dois boletins de ocorrência registrados contra ele. Em um deles, o qual o G1 teve acesso, consta que ele foi flagrado agredindo uma mulher em via pública no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Ainda segundo o boletim, um casal presenciou a cena e socorreu a vítima. A partir daí, o suspeito teria entrado no veículo em que estava e batido no outro carro propositalmente por diversas vezes. O outro BO é referente a um acidente de 2017, quando o motorista mudou de faixa e bateu na lateral de outro carro.

Até o início da noite desta quinta o suspeito continuava foragido. Entretanto, segundo a PM, um sócio do suspeito informou que ele deve se apresentar em uma delegacia da capital, juntamente com um advogado.

Após tocar corneta no enterro de colega, sargento da PM morreu atropelado

Após tocar corneta no enterro de colega, sargento da PM morreu atropelado

O caso

O sargento da Polícia Militar (PM-AM) Sérgio Ramos morreu após ser atropelado na Avenida Santos Dumont, Zona Oeste de Manaus, por volta das 16h desta quinta-feira (8). Ele estava em uma motocicleta quando foi atingido por um condutor em uma BMW.

Ao G1, a PM informou que o sargento retornava do enterro de outro policial quando o acidente ocorreu. Ramos era corneteiro da polícia e costumava participar de cerimônias junto com a banda da corporação.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) disse que o motorista fugiu após o acidente, mas deixou o carro nas proximidades. O caso será encaminhado ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

fonte: g1Am

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here