Manaus tem baixo índice de jovens reeducandos voltando ao crime

A Vara de Execução de Medidas Socioeducativas do Amazonas realizou estudo em 2018 entre os jovens até 18 anos que cumprem ou cumpriram medidas no regime fechado em três centros que abrigam infratores em Manaus. O índice dos que reincidem nas infrações é de 22,6%.

O levantamento realizado pelo titular da vara, o juiz Luís Cláudio Chaves, nos centros socioeducativos Dagmar Feitoza, Senador Raimundo Parente e Internação Feminina, aponta que dos 75 adolescentes que tiveram extinção ou progressão da medida, 17 reincidiram.

Três deles voltaram a ser internados e os demais 14 ingressaram no sistema penal porque cometeram crimes após os 18 anos.

Chaves disse que o índice está abaixo de outros estados, como São Paulo (32%) e Minas Gerais (30%).

 

Comparação com adultos

O magistrado avalia que as medidas socioeducativas são instrumento importante para reinserir o infrator no convívio social. Os resultados servem ainda, segundo ele, para contrapor os que defendem a redução da maioridade penal.

As medidas socioeducativas também se revelam importantes quando se compara a reincidência juvenil com a dos presos adultos. Hoje é em torno de 70%, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Fonte: BNC/AMAZONAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here