Key Alves fala sobre pedidos que recebe no Onlyfans: “Queriam meu chulé”

Entretenimento

Libero do Osasco é a atleta do vôlei mais seguida do mundo no Instagram

A jogadora de vôlei mais seguida do Instagram teve no The Noite nesta terça-feira, 26 de julho. Key Alves é líbero do Osasco e acumula mais de 3 milhões de seguidores na rede social, além de faturar alto no OnlyFans.

Questionada se sua popularidade causa ciúmes, a jogadora destacou que já viu ‘olhares tortos’ de adversárias e até chegadas mais duras.

“No meu time não teve problema, graças a Deus. (Nos times adversários) teve uma olhadinha torta. O importante é defender (o ataque) e continuar o jogo, mas já acertaram muito a minha cara”, lembrou.

Com uma irmã gêmea que também é jogadora, conta que até prefere estar em um time diferente do dela.

“A gente brigava muito, então acho que foi melhor. A gente disputava vaga, porque as duas são líberos, era bem complicado”. E fala que irão jogar uma contra a outra pela primeira vez no próximo dia 16: “minha família está torcendo para os dois times… eu acho que eu vou ganhar, na verdade eu tenho certeza”, disse.

Sobre o OnlyFans, diz que influenciou a irmã a criar uma conta após ter entrado na plataforma e que não usa só peças caras nas fotos íntimas e fala do valor ganho e a procura de assinantes para ter acesso as publicações.

Key Alves no The Noite mostra fotos para Danilo Gentili

“Pessoal acha que eu uso as roupas super caras, mas essa calcinha (mostra uma foto para Danilo) eu comprei lá no centro de Osasco”, disse.

“Não só o OnlyFans, toda rede social hoje me dá um valor muito bom, só que o vôlei, querendo ou não, é onde eu tenho meu salário, minha carreira, então acho que o pessoal acessa o OnlyFans por eu ser atleta e não só modelo. Para ver o outro lado da atleta”, completa.

Key diz que deixou claro desde o começo o propósito de suas postagens na plataforma e que não iria postar imagens nuas. Ela ainda revelou alguns pedidos exóticos.

“Eles (assinantes) pedem fotos do meu pé, eu mando, é dinheiro, né? O valor máximo que já me pagaram foi dez mil. O que eu achei mais estranho foi a galera pedir meia minha depois do treino, queriam meu chulé e iam pagar muito por isso, só que não tive coragem, ainda. É minha meia, meu chulé. Eu amo meu chulé. Termina o treino eu pego a meia e cheiro. Adoro. Não dá para ser perfeita, tem que ter algum erro.”

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.