Governador Wilson Lima repassa R$ 10 milhões para rede complementar de assistência social


Recursos são para instituições que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social

 

O governador Wilson Lima repassou, nesta sexta-feira (26/03), cerca de R$ 10 milhões para o fortalecimento da rede complementar de assistência social, que é o braço do Estado no atendimento à população. O recurso é repassado por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) e contempla 21 Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que executam 30 projetos, na capital e interior. Esses projetos vão beneficiar aproximadamente 1,5 mil pessoas e suas famílias.

 

A cerimônia de repasse dos valores ocorreu na sede da Seas, bairro Chapada, zona centro-sul da capital. As instituições ofertam serviços de abordagem, acolhimento institucional e atendimento à população em situação de rua. São serviços necessários principalmente neste período da pandemia da Covid-19 e que não podem ser suspensos.

“Essas instituições lidam diretamente com aquelas pessoas que estão em condição de vulnerabilidade. São eles que têm o contato direto com quem está precisando. Daí a importância de darmos o suporte necessário para que eles continuem desenvolvendo esse trabalho. Nós estamos trabalhando para ampliar cada vez mais essa assistência social. É um dever do estado olhar por essas pessoas”, disse o governador.

 

O investimento é usado pelas OSCs, principalmente, no pagamento de pessoal. O fomento anunciado pelo Governo do Amazonas é aplicado anualmente nas entidades que atuam na rede complementar do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

 

Os projetos são desenvolvidos nos municípios de Manaus, Manacapuru, Iranduba e São Gabriel da Cachoeira. As entidades contempladas desenvolvem iniciativas na área da Proteção Social Especial (PSE), executando serviços de média e alta complexidade.

Loading...

 

Garantia de direitos – Segundo a secretária de Assistência Social, Alessandra Campêlo, os recursos são fundamentais para auxiliar na garantia de direitos de pessoas idosas, mulheres, adultos, adolescentes e crianças atendidos pelas OSCs, especialmente diante dos impactos causados pela Covid-19.

 

“Essas entidades fazem um atendimento na ponta. É feito um credenciamento (por meio de edital), e as que estão com as documentações em dia recebem esse recurso. É um repasse anual que neste ano a gente conseguiu reajustar para várias entidades, e a ideia é que a gente trabalhe para que no ano que vem mais entidades sejam assistidas”, explicou a titular da Seas. Os 30 projetos beneficiados foram contemplados pelo Edital nº 01/2020.

Entre as instituições beneficiadas está a Associação Beneficente Pequeno Nazareno, que atende crianças e adolescentes em situação de rua por meio da abordagem social e de uma casa-lar. “Se não tivesse esse recurso talvez não fosse possível realizar os projetos, precisaria fechar”, destacou o diretor da Associação Beneficente Pequeno Nazareno, Tommaso Lombardi.

 

O Nacer e o Lar Janell Doyle também são instituições beneficiadas. “Você não paga energia com produto, você não vai remunerar a pessoa que está lá cuidando com produtos, então o recurso é essencial para que a gente tenha qualidade no serviço, como a gente espera ter a excelência no cuidado das crianças”, disse a diretora do Lar Batista Janell Doyle e presidente do Nacer, Magaly Araújo.

 

Semana Santa – Na cerimônia, Wilson Lima destacou que o Estado vai distribuir 150 toneladas de peixe por conta da Semana Santa. “De um lado a gente garante a segurança alimentar, e do outro a gente gera renda para esses pescadores que vão garantir também o sustento de suas famílias”, disse o governador.

 

FOTOS: Diego Peres/Secom


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here