Governador Wilson Lima assina convênios para potencializar escoamento da farinha em Uarini

Na manhã desta quarta-feira (1º/12), governador assinou convênios que totalizam R$ 3 milhões com prefeituras de Uarini e Benjamin Constant

Produtor de uma das farinhas de mandioca mais apreciadas do Amazonas, o município de Uarini (a 565 quilômetros de Manaus) é um dos beneficiados com convênios para melhorias de infraestrutura assinados pelo governador Wilson Lima, na manhã desta quarta-feira (1º/12). O mandatário estadual assinou dois convênios, da ordem de R$ 3 milhões, destinando recursos para investimentos em Uarini e Benjamin Constant (a 1.121 quilômetros da capital). Com isso, subiu para nove o número de municípios que tiveram recursos liberados pelo governo nesta semana.

“Nós estamos fazendo uma série de assinaturas, de repasse de recursos para as prefeituras do interior, para que a gente possa melhorar a infraestrutura de centros de convivência, de espaços de lazer, de recuperação do sistema viário, de ramais e vicinais. A gente tem dado esse apoio para que a gente possa avançar nessas melhorias para a vida de quem mora no interior, para a vida de quem mais precisa, dos pequenos produtores, aqueles que precisam garantir o escoamento da sua produção”, destacou o governador do Amazonas.

Beneficiando o município de Uarini, um convênio de R$ 1,5 milhão foi firmado para recuperação de estradas vicinais inseridas nas áreas de produção de farinha de mandioca. Segundo o prefeito da cidade, Antonio Uchoa, as melhorias serão importantes para o escoamento da produção.

“Graças a Deus, hoje foi um dia histórico para o município em assinatura desse convênio tão importante para a nossa agricultura, para a nossa economia. É fundamental. Foi assinado um convênio destinado a recuperação de ramais e vias para escoamento da farinha. Isso é um momento histórico de nunca ter acontecido no nosso município. O governador Wilson Lima está de parabéns e tem total apoio do município de Uarini”, pontuou o prefeito.

Em Uarini, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), assistiu, até setembro deste ano, mais de 450 famílias rurais, incluindo produtores de mandioca. A estimativa de produção, para este ano, é de 4 mil toneladas de farinha de mandioca, representando uma receita estimada em R$ 12 milhões na comercialização do produto.

Para o fortalecimento da cadeia produtiva da mandioca, o Idam ainda realizou, neste ano, dois cursos direcionados a Boas Práticas de Fabricação de Derivados da Mandioca e Associativismo e Cooperativismo. No crédito rural, foram elaborados oito projetos voltados à cultura da mandioca, totalizando um montante de R$ 133 mil.

Cultura – Por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Benjamin Constant vai receber R$ 1,5 milhão para a construção de espaço cultural e gastronômico. O projeto prevê a instalação de restaurantes, estacionamento, banheiros e academia ao ar livre.

“Esse espaço cultural e gastronômico vai ter uma importância imensurável porque é uma praça pública, local de passeio público, das pessoas poderem trabalhar, passear, confraternizar, então com certeza trará um local agradável. A gente quer agradecer ao Governo do Estado, ao governador Wilson Lima, ao secretário Marcos Apolo Muniz, pelo gesto e a sensibilidade de atender esse pedido que é de grande importância para Benjamin Constant”, afirmou David Nunes Bemerguy, prefeito do município.

Convênios – Nesta semana, o governador Wilson Lima já havia assinado convênios com sete prefeituras municipais, na segunda-feira (29/11), alcançando Autazes, Japurá, Caapiranga, Jutaí, Boa Vista do Ramos e Codajás. Os projetos englobam a pavimentação de ruas, construção de estádio, abastecimento de água e melhorias de equipamentos públicos voltados para atividades culturais.

FOTOS: Roberto Carlos/Secom

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.