FPS divulga agenda de atendimento do Crédito Solidário nos centros estaduais de convivência

O Fundo de Promoção Social (FPS) do Governo do Amazonas definiu o calendário de atendimento do Crédito Solidário em quatro Centros Estaduais de Convivência, em Manaus. Voltado aos desempregados e pessoas sem renda fixa, o programa faz financiamentos de até R$ 2 mil, sem juros, e começa as ações de solicitação de crédito no dia 8 de março pelo Centro Estadual de Convivência da Família Maria de Miranda Leão, no Alvorada, zona centro-oeste da cidade.

As ações itinerantes ocorrerão em quatro Centros de Convivência do Governo do Estado, cada um em uma data específica. O calendário foi definido nesta terça-feira, 21 de fevereiro, em reunião na sede da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), na zona centro-sul de Manaus, entre os técnicos do FPS e a direção dos Centros de Convivência.

Criado sob a orientação da Presidente de Honra do FPS, a primeira-dama Edilene Gomes de Oliveira, o Crédito Solidário oferece empréstimos para pessoas de baixa renda em situação de desemprego e que tem o sonho de iniciar um negócio próprio. Com o recurso em mãos, o beneficiado tem até seis meses para começar a pagar. O valor pode ser quitado em até dois anos.

“Nós acompanhamos desde o início do resgate social até que a pessoa consiga caminhar sozinha com o seu próprio negócio. Antes de receber esse financiamento, elas devem estar dentro dos critérios exigidos e visitamos essas pessoas para confirmar se as informações fornecidas são verdadeiras”, explica a técnica responsável pelo Crédito Solidário, Carla Alfaia. Ano passado, 400 famílias foram beneficiadas. Ao todo, foram R$ 660 mil em financiamento sem burocracia para pessoas em situação de exclusão social. O programa é executado em parceria com a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam).

Após a aprovação do empréstimo, o recurso é acompanhado pelos técnicos do FPS para comprovar se a aplicação está adequada. “Não é um financiamento solto. Depois de receber, vamos às casas, conversamos com as pessoas, para saber quais são as dificuldades, o que está atrapalhando”, disse Alfaia. Quem não comprova a aplicação, recebe punições com multas e juros.

Programação – O calendário começa no dia 8 e 9 de março no Centro Estadual de Convivência da Família Maria de Miranda Leão, localizado na Avenida Lóris Cordovil, Alvorada 1, zona centro-oeste. Em abril, nos dias 4 e 5, é a vez do Centro Estadual de Convivência do Idoso, na esquina das ruas Wilkens de Matos, esquina com a rua Alexandre Amorim, no bairro da Aparecida, zona centro-oeste.

Diretora do Centro de Convivência do Alvorada, Cibele Freitas, destaca a importância das ações itinerantes do programa de crédito. “É de grande importância para a comunidade, principalmente, para as pessoas que estão fora do mercado de trabalho, é uma oportunidade de geração de renda. Verifiquem se estão enquadrados no perfil e busquem essa chance”, disse.

Em maio, o Crédito Solidário segue para ação itinerante no Centro Estadual de Convivência da Família 31 de Março. O atendimento acontecerá nos dias 3 e 4 de maio. O Centro fica na rua 21, conjunto 31 de Março, no Japiim, zona sul. Por último, nos dias 8 e 9 de maio, o atendimento ocorrerá no Centro Estadual de Convivência da Família André Araújo, localizado na rua 05, s/nº, conjunto Costa e Silva, Raiz, zona sul.

Os atendimentos em todas as unidades dos Centros de Convivência ocorrerão sempre das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Calendário

8 e 9 de março – Centro Estadual de Convivência da Família Maria De Miranda Leão

4 e 5 de abril – Centro Estadual de Convivência do Idoso Da Aparecida

3 e 4 de maio – Centro Estadual de Convivência da Família 31 De Março

8 e 9 de maio – Centro Estadual de Convivência da Família André Araújo

FOTOS: ISMAEL NEVES / FPS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here