Falta de médicos é investigada no Instituto da Criança do Amazonas

Manaus/AM – Um inquérito civil foi instaurado pelo Ministério Público do Amazonas para investigar a denúncia que trata da suposta falta de profissionais necessários e de materiais no Instituto de Saúde da Criança no Amazonas (Icam). A reclamação foi feita na Ouvidoria do MP por mães.

A abertura do inquérito foi autorizada pela promotora de Justiça Vânia Maria Marques Marinho, após receber denúncias feitas por mães de crianças com neuropatias e outras doenças associadas, alegando a falta de médicos especialistas em neuropediatria, pneumologista, ortopedistas entre outros, e também a falta materiais e de equipamentos adequados para o atendimento.

O Icam foi notificado para prestar esclarecimentos, mas até o momento não enviou uma resposta. Levando em conta que é um dever do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem o direito à saúde o MP entrou em contato com as denunciantes para que relatem com mais precisão no que consiste as deficiências de atendimento.

“Se forem comprovados casos de negligência no atendimento, o MP pode ajuizar Ação Civil Pública para garantir esse atendimento adequado para atender a essa demanda caso não consiga a solução administrativa”, afirmou a promotora Vânia Marinho.
fonte: Protal de Holanda

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.