“Está cancelado” o contrato com empresa que iria realizar o seletivo da educação em Humaitá

A notícia foi anunciada no início da noite desta quinta-feira (21) pelo prefeito de Humaitá Herivaneo Seixas, após uma série de denúncias e questionamentos nas redes sociais e grupos de whatsapp, com destaque para o “Associação Transparência Humaitá”, “A Bronca é com Humaitá” e “Cidade Reclama 5.0”, que após divulgação de cópias dos documentos apresentados pela empresa vencedora da licitação para a realização do Seletivo que seleciona professores e trabalhadores em educação para o município, gerir as aulas do ano letivo.

 

O questionamento a cerca dos endereços da “suposta empresa”, chamaram a atenção para os dados do CNPJ cadastrado na Receita Federal. Nele após consulta de adimplência para prestação dos serviços públicos, foi constatado que, a empresa estava em débito fiscal e que portanto não poderia prestar os serviços ao município, embora a empresa tivesse apresentado uma certidão supostamente adulterada, para ludibriar o município. A polêmica chamou a atenção da fisioterapeuta e estudante de direito Ana Gaic, que em companhia do advogado Rubemar Rocha de Rondônia, realizaram visitas “in loco” aos endereços constado no contrato, e para a surpresa dos dois em nenhum dos endereços foi encontrado o corpo físico da empresa vencedora da licitação.

A dúvida aumentou ainda mais o interesse em apurar os fatos, com uma perícia técnica ainda mais minuciosa, desta vez, com mais pessoas, despertando o corpo jurídico da prefeitura, após o prefeito Herivaneo Seixas tomar conhecimento das informações que circulavam na internet. O Sub.Ten. aposentado Carlos Renato Oliveira Daumas, apresentava a consulta realizada no site oficial da Receita Federal, nos grupos de whatsapp em que os números constatados na certidão apresentado pela empresa até então não era verdadeiras.

Após receber a confirmação, do quadro técnico e jurídico da prefeitura confirmar que a empresa não estava de fato apta, e que os documentos apresentados estavam adulterados, o prefeito de Humaitá Herivaneo Seixas, ligou para nossa redação, e nos convidou para anunciar publicamente sua decisão a cerca de toda a polêmica, já espalhada pela cidade.

O prefeito, confirmou de forma coesa e bastante sincera (gravado em vídeo), agradeceu a mobilização dos internautas que colaboraram de forma direta com o esclarecimento dos fatos, decidiu, com o apoio da Câmara de vereadores, cancelar o contrato com a empresa que prestaria os serviços do seletivo ao município.

O prefeito anunciou que, na manhã desta sexta-feira (22) reunirá com a sua equipe de governo, para decidirem sobre a prorrogação do contrato seletivo do ano passado por mais 05 meses, e que após isso realizará concurso público, para definir este problema anual, de uma vez por todas.

A notícia trouxe contentamento e a certeza de que, fiscalizar, questionar a administração pública, é a cidadania exercendo seus direitos!

Texto: Chaguinha
ACRÍTICA DE HUMAITÁ

http://

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here