Em visita a Nhamundá, governador Wilson Lima anuncia obras em hospital e escola


Unidades vão ampliar e melhorar atendimentos à população do município

 

O Hospital Coronel Pedro Macedo, a Escola Estadual do Povo Indígena Hexkaryana e a Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Professora Enery Barbosa, em Nhamundá, receberão ações de revitalização e reformas. O anúncio foi feito pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, em visita ao município do Baixo Amazonas, nesta sexta-feira (25/06), quando levou as ações da Operação Enchente 2021 à população da cidade.

 

Atualmente o hospital faz cerca de 800 atendimentos por mês, segundo a gerente administrativa da unidade, Ana Façanha. “A nossa estrutura está muito defasada, a população está crescendo muito, a nossa população idosa está aumentando. Com a aplicação, nós teremos condição de atender muito mais do que atendemos hoje”, observa a gestora.

 

O governador destacou a vacinação no município, que está no público geral acima de 18 anos. “Fico muito feliz quando chego no município e vejo o quanto a gente conseguiu avançar na vacinação. Nhamundá, assim como Maués e Boa Vista do Ramos, estão entre os primeiros municípios brasileiros a vacinar acima de 18 anos de idade. Isso é não só o empenho do Governo Federal, Estadual e Municipal, mas acima de tudo é o resultado do compromisso da população, que não adianta o esforço se vocês não forem lá colocar o braço para serem vacinados. O meu reconhecimento e agradecimento”, enfatizou.

“A gente tem pressa em vacinar. A vacina é a arma mais poderosa que a gente tem contra a Covid-19. Quanto mais rápido a gente vacinar, a gente consegue voltar à normalidade das nossas vidas. As atividades econômicas precisam retornar em toda a sua capacidade, com toda a sua plenitude”, complementou o governador.

 

O Hospital Cel Pedro Macedo está com a ala de atendimento à Covid-19 sem pacientes, mas segue com os exames de imagens, laboratoriais, além de urgência e emergência e partos.

 

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) acompanham, ainda, a conclusão da vacinação no município, que está na faixa etária de 18 a 24 anos sem comorbidades. A meta é que, nesta semana, Nhamundá garanta 100% da aplicação da primeira dose na população vacinável.

 

De janeiro de 2019 a maio de 2021, o município recebeu cerca de R$ 1,4 milhão no custeio de oxigênio, energia, medicamentos e outras ações no hospital.

 

Ao todo, Nhamundá recebeu do governo do Amazonas, por meio do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI), R$ 3.539.864,13, referente aos anos de 2019, 2020 e 2021.

Loading...

 

O município recebeu ainda R$ 550 mil de emendas parlamentares, destinadas apenas para ações em saúde.

 

Educação – A escola Professora Enery Barbosa, no bairro Gilberto Mestrinho, atende os ensinos Médio e Mediado por Tecnologia, tanto na cidade quanto nas comunidades rurais do município, totalizando 1.072 estudantes.

 

Naibe Gato, gestora da escola, diz que a adequação vai permitir melhor qualidade no ensino. “Essa é uma obra que a gente espera há muitos anos, desde que a escola passou a ser EETI. Estamos recebendo com muito entusiasmo, para que possamos atender nossos alunos com muito mais qualidade e para que o jovem nhamundaense tenha uma educação cada vez melhor”, avalia.

 

A outra unidade a receber a revitalização da Secretaria de Estado de Educação e Desporto é a Escola Estadual do Povo Indígena Hexkaryana, na comunidade de Kassawá. A escola atende aos alunos ribeirinhos e dos povos tradicionais da região. As ações nas duas escolas estão orçadas em R$ 600 mil.

 

“Vamos reformar, adequar e entregar para a Prefeitura, para poder entregar para nossos alunos. Aquelas estruturas estavam há muito tempo paradas e agora serão retomadas”, frisou o governador.

Kits escolares – O governador Wilson Lima entregou, simbolicamente, kits escolares a dois alunos da rede pública estadual, e kits do professor a dois docentes do município. Ao todo 2,1 mil estudantes de Nhamundá receberão os kits, com material escolar e fardamento, e 193 profissionais da Educação receberão os itens de auxílio ao dia a dia.

 

Os alunos do município receberam também 900 livros “Sou Legal – Educação para o Trânsito”, do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

 

O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) vai ofertar 2 mil vagas de cursos profissionalizantes para a população nhamundaense, por meio de uma parceria entre o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Nhamundá.

 

FOTOS: Tácio Melo/Secom


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here