Em resposta à banda Coldplay, Wilson Lima reafirma compromisso com o combate ao desmatamento ilegal


Grupo musical britânico marcou governador em mensagem no Twitter em que trata de políticas para mudanças climáticas

Em resposta à mensagem da banda de rock britânica Coldplay no Twitter, nesta segunda-feira (23/08), o governador Wilson Lima reafirmou o compromisso em manter políticas públicas para o combate às queimadas e ao desmatamento ilegal no Amazonas, como contribuição do estado para redução dos impactos das mudanças climáticas no mundo.

“Estamos trabalhando para reduzir o desmatamento ilegal em 15% até o final 2022, em comparação com 2019. Fico muito feliz com o convite e estou aberto para discutir alternativas de preservação da nossa floresta e do povo que vive nela”, disse o governador, respondendo ao perfil oficial da banda na rede social.

Wilson Lima e outros governadores brasileiros foram citados pelo grupo para debater ações direcionadas ao meio ambiente. “Os estados que vocês representam têm uma ótima oportunidade para fazer história no combate às mudanças climáticas”, postou o perfil da banda Coldplay, fazendo referência ao festival Global Citizen Live, que acontece em setembro.

O festival vai reunir artistas de várias partes do mundo, unidos na defesa do planeta, da igualdade social e do combate à pobreza. No dia 25 de setembro, a organização vai transmitir shows de artistas como o Coldplay, além de eventos presenciais na Nigéria, Estados Unidos e França.

Loading...

Combate a queimadas e ao desmatamento ilegal – O Governo do Amazonas tem ampliado os esforços para enfrentar o desmatamento e queimadas no Amazonas. No último dia 16 de agosto, o governador Wilson Lima entregou mais de 4,6 mil itens para melhor estrutura brigadas e aumentou o efetivo com mais 300 servidores e brigadistas formados pelo Estado, ampliando a Operação Tamoiotatá, que concentra esforços nos municípios do chamado arco do desmatamento, no sul do Estado.

Além disso, está empregando novas tecnologias para monitoramento em tempo real, com uso de drones de alta performance, para dar agilidade ao combate aos ilícitos ambientais, também como parte da Operação Tamoiotatá, que está em campo desde abril deste ano.

“O estado do Amazonas não vai tolerar e vai agir com todo rigor para combater os crimes ambientais. Nós estamos em situação de emergência ambiental. Tem muita gente se utilizando desse momento para confundir as nossas equipes com o pretexto da produção. Tem muita gente agindo na ilegalidade, grilando terras e prejudicando aquele que está produzindo e que tenta todos os dias se regularizar para desenvolver uma atividade econômica”, disse o governador.

O Governo do Estado também conta com apoio do Governo Federal, aderindo à Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para que, com a ajuda das forças federais, amplie a capacidade de resposta às queimadas e ao desmatamento ilegal no Estado.

Foto: Diego Peres/Secom


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here