Duas equipes desembarcam em Vilhena para retirar rins, córneas e fígado de modelo morta

Avião da Força Aérea chega trazendo médicos de Brasília

Duas equipes desembarcam em Vilhena para retirar rins, córneas e fígado de modelo morta

Começam a ser retirados, daqui a pouco, os dois rins, as córneas e o fígado da adolescente Vânia Maísa Castro Morais, 17 anos, que morreu na quarta-feira, 20, na UTI do Hospital Regional de Vilhena. A doação dos órgãos foi autorizada pela mãe da ginasta, que explicou a decisão em entrevista emocionada a este site.Lembre aqui.

Um dos médicos que atuarão na cirurgia de remoção dos rins e das córneas, a ser feita com a chegada de uma equipe de Porto Velho, explicou que a parte mais difícil do procedimento é justamente convencer a família a autorizar a captação.

Em Vilhena, normalmente apenas rins e córneas são retirados para transplantes. Conforme o médico entrevistado, após a coleta, os órgãos doados vão para uma central, que faz a distribuição seguindo critérios adotados de atendimento aos que estão na fila de espera.

Mas, na manhã desta sexta-feira, 22, a chegada de uma outra equipe, vindo de Brasília em avião da Força Aérea, foi anunciada pela assessoria do Hospital Regional, onde acontecerão os procedimentos. Os médicos desta segunda equipe atuarão na retirada do fígado da jovem. Neste caso, os familiares tiveram que fazer nova autorização.

Após a cirurgia, que dura de duas a três horas em média, o corpo da atleta vilhenense será liberado para o velório e o sepultamento.

Fonte: planetafolha

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here