Home / Capa / Delegado de Humaitá defende-se de acusações e recebe apoio do SINDPOL /AM

Delegado de Humaitá defende-se de acusações e recebe apoio do SINDPOL /AM

O delegado de Humaitá do 8º DIP teve seu nome denunciado nas páginas eletrônicas do Portal do Zacarias em Manaus, na matéria postada pelo veículo mencionado, Marcus Rezende foi acusado de torturar e humilhar moradores do município. Nossa redação entrou em contato com o delegado, para interpelar sobre a denuncia sobre sua conduta profissional, o delegado nos informou que estava surpreso pelo fato questionado, mas que estava tranquilo por não ter nada de negativo do que foi divulgado em relação a sua conduta profissional, e que se reportou ao Portal do Zacarias a cerca das acusações por ele sofridas, sem que o mesmo fosse comunicado. (Veja abaixo os posts divulgados pelo Portal)

Veja a resposta 

O SINDPOL LANÇOU NOTA DE APOIO A MARCUS REZENDE

Nota de Desagravo
Manaus, 14 de janeiro de 2017.

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Amazonas – Sindepol/AM, vem a público desagravar o Excelentíssimo Delegado de Polícia Civil Marcus David Gomes de Resende, titular da Delegacia Interativa do Município de Humaitá.

Na presente data, o site Portal do Zacarias veiculou matéria atentatória a integridade moral do Delegado Marcus, onde foram lançadas acusações sem especificar o nome de quaisquer supostas vítimas relacionadas a matéria em comento.

O Delegado Marcus David, titular da Delegacia Interativa do Município de Humaitá/AM, exerce a atividade policial há 3 (três) anos, e contra a sua pessoa não constam registros funcionais que maculem sua conduta profissional. Ressalte-se que antes de exercer a atual função, o Dr Marcus Resende contribuiu com o Exército Brasileiro onde laborou por 24 (vinte e quatro) anos.

Ante o exposto, o SINDEPOL manifesta apoio ao Delegado Marcus David Gomes de Rezende, apresentando DESAGRAVO as acusações lançadas contra a integridade moral do Delegado De Polícia, as quais não se coadunam com o princípio da dignidade da pessoa humana assegurado na Constituição da República Federativa do Brasil.

À DIRETORIA.

ADEPOL LANÇA NOTA DE DESAGRAVO EM FAVOR DE MARCUS REZENDE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *