David se despede da última sessão ordinária do mandato que encerra no fim de janeiro

 

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), na última sessão ordinária do Poder, confirmou que irá presidir, no dia 1º de janeiro, a solenidade de posse do novo governador do Estado, Wilson Lima, no Teatro Amazonas. Após 12 anos como parlamentar e dois anos como presidente, David aproveitou para se despedir do mandato, que encerra no dia 31 de janeiro, e lembrou ainda das conquistas junto ao Poder Legislativo e no governo interino do Amazonas, de quase cinco meses, em 2017.

David, que vai estudar e empreender em 2019, avaliou que aprendeu muito na vida pública e deu a sua contribuição ao Estado. “Tive a oportunidade de chegar aqui em 2007 e pude conviver com muitos parlamentares amigos e saio com a tranquilidade e a certeza do dever cumprido. Não me lembro de ter feito inimigos. Sempre discuti aqui no campo das ideias, travei o bom combate para que eu pudesse trazer a esta casa o protagonismo que a ela é devido segundo a minha concepção”, disse David.

Já nesse último mandato como presidente da Casa, David lembrou que a maior conquista do Poder foi transformar a Assembleia no centro dos debates voltados paras as principais questões do Estado. “Nós conseguimos transformar esta Assembleia efetivamente em um poder soberano e autônomo e aqui assumimos esse protagonismo. O ano de 2018 foi repleto de embates, de discussões. Tivemos alguns enfretamentos, mas sempre respeitando o lado contrário e assim abrimos a Assembleia para tantas categorias esquecidas pelo Poder Executivo”, observou.

David disse que passou a ter uma nova visão ao recordar que no exercício de 2017, por uma circunstância constitucional, se tornou governador do Estado do Amazonas por quatro meses – de maio a outubro. “Eu passei a entender que aquilo que defendia na Assembleia era em função das informações que nós recebíamos. A partir do momento em que eu tive a oportunidade de sentar na cadeira de governador, por quase cinco meses, eu pude ver que o discurso e a prática eram diferentes”, avaliou.

Quando governador, David lembrou que viu muitas promoções de policiais militares engavetadas e na contramão da “velha política”, ele conseguiu realizar a maior promoção da história da Polícia Militar, com mais de 2.500 policiais promovidos. “Como é que pode alguém em apenas quatro meses pagar a maior promoção da história da Polícia Militar? Em quatro meses foram mais promoções do que governadores em quatro ou oito anos de mandato”, pontuou.

Outra conquista lembrada por David como governador e como deputado foi com relação aos professores, que receberam o maior abono do Fundeb da história do Amazonas e depois, com apoio dos deputados conquistaram na Aleam o maior reajuste. “Por que o David pagou o Fundeb e os outros não pagaram? É questão de comportamento de atitude, de valorizar os servidores. Nós abrimos os olhos dos professores, dos polícias, dos profissionais da saúde e outras categorias que passaram a acreditar que aqui na Assembleia tem um porto seguro dos seus embates e das suas reivindicações”, observou.

David que garantiu como presidente da Assembleia a recomposição salarial dos servidores efetivos, atrasados desde 2015, foi aparteado por colegas parlamentares como Augusto Ferraz, Mário Bastos, Serafim Corrêa, Adjuto Afonso, Carlos Alberto, José Ricardo, Luiz Castro, Sinésio Campos e Belarmino Lins. Todos reconheceram as conquistas de David na Assembleia e no governo do Amazonas.

“Muita coisa foi feita, mas trazer a Assembleia para uma posição mais importante do contexto dos poderes foi o trabalho mais importante realizado por vossa excelência”, disse Serafim Corrêa. “David, 2019 te espera com outras bandeiras de luta, porque você foi ousado. O jovem não ficou tímido. Hoje você sai daqui com o respeito muito maior que tinha quando chegou”, comentou Sinésio. “A administração de vossa excelência na Assembleia não pode ser mensurada no que diz respeito a edificações, mas a maior obra que vossa excelência vai deixar nesta Casa é o reconhecimento aos servidores do Poder”, disse Belarmino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here