David Almeida planeja reunir secretários e sugere fim de briga por eleição indireta

Show img0017351386

Rafael Seixas e Dante Graça
Manaus (AM)

Eleito deputado estadual com 24.189 votos em 2014, David Antonio Abisai Pereira de Almeida, aos 48 anos, assumirá nesta terça-feira, de maneira interina, o Governo do Estado. Catapultado ao posto após a cassação de José Melo e do vice dele,  Henrique Oliveira, David Almeida assume por ser o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), posto que ocupa desde fevereiro deste ano.

David afirmou que recebeu a notícia de que será empossado no início da noite desta segunda-feira.  “Vou para ALE-AM abrir a sessão e tomar posse do cargo. É um ato normal, não tem cerimônia. Depois vou para a sede do governo e já começo a despachar de lá”, disse o futuro governador interino, que solicitará ainda amanhã uma reunião com os secretários estaduais.

Após assumir o Governo do Estado, David Almeida tem a missão de convocar eleições diretas, uma vez que o Tribunal Superior Eleitoral decidiu, com base na minirreforma eleitoral de 2015, que esta será a forma de escolha do novo governador que ficará no cargo até dezembro de 2018.

Antes de assumir o governo, no entanto, David já havia afirmado que os deputados estaduais querem assumir a responsabilidade de escolha do novo governador em uma eleição indireta, alegando que a Constituição Federal e a do Estado se sobrepõe a uma lei ordinária, como a minirreforma. David, no entanto, disse que vai se afastar dessa possível ação judicial para mudar a forma do pleito.  “Estou preocupado em governar até a posse do novo governador, que será eleito pelo povo”, disse, dando a entender que os deputados podem desistir da ideia de mudar os rumos da eleição.

Com a posse de David Almeida como governador do Estado, assumirá a presidência da ALE-AM o deputado Abdala Fraxe (PTN), que até então era o vice-presidente da Casa.

Fonte: acritica.com

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.