Home / Capa / Corpo de cantor assassinado em Codajás é velado em Manaus

Corpo de cantor assassinado em Codajás é velado em Manaus

Corpo de cantor assassinado em Codajás é velado em Manaus

Melvino de Jesus Júnior, 42, era vocalista da banda “Júnior e Banda” e foi assassinado com três tiros na frente do hotel onde estava hospedado. Corpo chegou a capital na tarde deste domingo

Da Redação / [email protected]
Corpo foi velado na funerária Canaã, na Rua Major Gabriel. Foto: Reinaldo Okita/ Diário do Amazonas

Matéria atualizada às 22h00
*Com informações do repórter Bruno Mazieri

Manaus – O corpo do cantor Melvino de Jesus Junior, 42, assassinado com três tiros após sair de um show no município de Codajás (a 240 quilômetros a oeste de Manaus), chegou a Manaus na tarde deste domingo (30) e foi velado na funerária Canaã, localizada na Rua Major Gabriel, em Manaus.

O velório iniciou por volta de 20h30. Melvino era vocalista do grupo ‘Júnior e Banda’ e também trabalhava como dentista no município de Coari.

A mulher de Melvino, Jaqueline Vilhena, disse que o maior legado de Júnior foi a alegria proporcionada aos fãs e que deseja que o cantor seja lembrado como uma pessoa feliz e de bom humor.

Neste domingo, delegado Osvaldo Maia, do 78º Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Codajás, informou que começou a ouvir as pessoas que presenciaram o homicídio. Ainda segundo ele, a polícia busca o suspeito do crime.

Ainda de acordo com a esposa, a família está aguardando a análise das câmeras de segurança próximas ao local do crime e aguarda justiça.

O enterro de Melvino será na tarde desta segunda-feira (1º), a partir das 14h, no cemitério Nossa Senhora Aparecida, também conhecido como Parque do Tarumã, localizado na zona oeste de Manaus. O corpo será transferido para a quadra da Escola de Samba Aparecida por volta de 00h, onde será encerrado o velório.


Melvino dee Jesus era o vocalista da ‘Júnior e Banda’
Foto: Divulgação

Caso

Melvino de Jesus Júnior foi assassinado com três tiros na noite de sábado (29), minutos depois de sair de um show no município de Codajás.

O delegado afirmou que Júnior era o alvo do atirador. “O suspeito veio a pé. O cantor foi surpreendido quando chegava ao hotel onde estava hospedado, bem em frente ao palco alternativo, onde era realizada a festa”, disse o delegado que acrescentou que os tiros atingiram o peito, barriga e costas do cantor.

Durante a execução, outras três pessoas foram baleadas, entre elas o baterista Rafael Fernandes Esteves, que levou um tiro na perna, e mais dois adolescentes, sendo um de 15 e outro de 17 anos.

O baterista e o adolescente de 17 anos foram transferidos para um hospital da capital. O adolescente de 15 anos levou um tiro de raspão no olho esquerdo e se recupera no hospital de Codajás.

Fonte: d24am.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *