CIF autua quatro estabelecimentos e encerra duas festas clandestinas no final de semana, em Manaus


Durante o final de semana, agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) autuaram quatro estabelecimentos e fecharam duas festas clandestinas entre a noite da sexta-feira (10/09) e a madrugada de hoje (13/09). Ao todo, foram vistoriados 37 estabelecimentos entre bares, restaurantes e casas de eventos.

Na sexta-feira, o Pagode da ANB, localizado na rua São Luís, bairro Educandos, na zona sul, foi fechado pelos agentes após comprovar violação do decreto governamental que proíbe aglomerações.

O Bar do Ricardo, no bairro São José Operário, zona leste, também foi fechado após a chegada da fiscalização. Além dele, o Boteco do Sena e o Bar do Thiago, no mesmo bairro, também tiveram suas atividades encerradas pela CIF, após comprovação do não cumprimento das normas estabelecidas.

O Boteco da Branca, localizado no bairro Jorge Teixeira, zona leste, também teve seu funcionamento interrompido, sendo posteriormente fechado pela fiscalização. O proprietário ainda foi notificado pelo Corpo de Bombeiros por não possuir alvará e documentos necessários para o funcionamento.

No sábado (11/09), agentes da CIF fecharam o Boteco Sumaúma, localizado no bairro Monte das Oliveiras, na zona norte, após verificarem que o proprietário tinha alvará para bar e restaurante, sem porém ficar comprovada a existência de cozinha no local. Sendo assim, ele funcionava de forma irregular.

Loading...

O Jurassic Park Bar foi fechado pela CIF após constatada aglomeração de pessoas, contrariando as normas estabelecidas pelo decreto governamental para combater a propagação da Covid-19. Foi verificada também a existência de cozinha irregular, violando as normas de saúde. O estabelecimento foi autuado pela Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus).


Festas clandestinas – Ainda no sábado, o Boteco Tomaki, na rua Raimundo Moraes, bairro Santa Etelvina, na zona norte, foi interditado. No local, foi comprovada aglomeração de pessoas e a realização de uma festa clandestina, denominada “Resenha do Meu Xodó”. Havia mais de 300 pessoas no local.

No domingo (12/09), os agentes da CIF encerraram uma festa clandestina denominada “Baile do Helipa”, que acontecia em uma casa de eventos na rua dos Lírios, no conjunto Tiradentes, bairro Coroado, zona leste da capital. No local, os agentes constataram a presença de cerca de 300 pessoas.

Ação integrada – Coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), a CIF está focada no cumprimento das regras de prevenção da Covid-19, desde junho de 2020, quando o comércio da capital amazonense começou seu processo de reabertura gradual, após o isolamento imposto para contenção de casos. Seguindo determinação do secretário de Segurança Pública, general Mansur, a CIF teve suas ações ampliadas.

A CIF conta com o apoio das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM).

FOTOS: Tarcísio Heden e Divulgação/SSP-AM


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here