Canutama ganha novos Brigadistas para o combate aos incendios florestais

Mais 21 brigadistas florestais foram formados no sul do Amazonas para apoiar o trabalho de combate às queimadas. A formação, promovida em parceria entre a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CBMAM) e Prefeitura Municipal, foi concluída na segunda-feira (02/09). O município está entre os 10 com maior número de focos de calor no Amazonas.

A capacitação foi ministrada por três bombeiros militares. Esta foi a primeira formação realizada no município em dois anos. A nova equipe de brigadistas é composta por comunitários da Floresta Estadual Canutama e da Reserva Extrativista (Resex) de Canutama, técnicos ambientais da Sema e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Canutama.

“Conseguimos, com esta turma, envolver moradores de unidades de conservação, o que é importante pois são pessoas que vivem em áreas de floresta e levam estes conhecimentos para áreas importantes para combate às queimadas. Buscaremos manter baixos índices de focos de calor dentro destas áreas protegidas e controlar também no município e nas áreas de entorno da Resex e da Floresta Estadual Canutama”, afirmou o gestor da unidade, Altemar Lopes.

A atividade contou com apoio de Agentes Ambientais Voluntários (AAV), da Associação-Mãe da Resex Canutama (Asarc) e da Associação-Mãe da Floresta Estadual Canutama (Amaflec).

Mais brigadistas capacitados – Entre os anos de 2017 até 2019, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas já formou 588 brigadistas florestais. Somente neste ano, foram formados 163 brigadistas nos municípios de Apuí, Humaitá, Manicoré, Novo Aripuanã, Nhamundá e Canutama. Receberão ainda formações os municípios de Novo Aripuanã, Novo Airão e Manaus.

Caem números de focos – Com o fortalecimento das atividades de fiscalização e combate às queimadas, o Amazonas já apresenta redução dos focos de queimadas e do desmatamento. Nos primeiros dois dias de setembro, o estado reduziu em 24% o número de focos de calor, em relação ao registrado em igual período de 2018. Levantamento feito pela Sema aponta ainda que, neste ano, 86% das queimadas se concentram na região Sul do Estado.

FOTOS: DIVULGAÇÃO/SEMA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here