Home / Capa / AMOR PROIBIDO – CASAL DE ADOLESCENTES É PRESO FUGINDO A PÉ EM DIREÇÃO A HUMAITÁ

AMOR PROIBIDO – CASAL DE ADOLESCENTES É PRESO FUGINDO A PÉ EM DIREÇÃO A HUMAITÁ

Um casal de menores adolescentes capturados pela Policia Militar na BR 319 chamou a atenção neste final de semana, não somente por serem menores mas pela loucura cometida pelos dois, em busca de viver um “Grande Amor”.

Segundo informações colhidas a respeito do casal apaixonado, a mãe da menina que tem cerca de oito anos, não permitiu que ela namorasse com um garoto de 14 anos, o que certamente é absolutamente correto afinal, além da diferença de idade ser grande, nenhuma mãe ou pai permitiria um namoro tão precoce desta forma. O que parecia impossível acabou acontecendo, e os dois resolveram fugir de Porto velho em direção a Humaitá que fica cerca de 200 km da capital de Rondônia. Diante do desaparecimento de sua filha a mãe da menina, registrou Boletim de Ocorrência na polícia de Porto Velho que em contato com a policia de Humaitá, os policiais do Amazonas ficaram em alerta ao longo da estrada que realizavam patrulhamentos na região da zona rural no Estado onde flagraram os dois adolescentes transitando pela BR-319 vindos de Porto Velho e indo rumo ao município de Humaitá. A avó da garota foi até uma emissora de TV para comunicar o desaparecimento da menina.

Segundo Informações os policiais que estavam na rodovia fazendo patrulhamento, avistaram o casal transitando pela rodovia. O casal de menores foi abordados pelos PMs que indagaram para onde estavam indo, a menina nervosa dizia ao seu acompanhante, “Não falei que isso não daria certo?” diante do fato os dois informaram que pretendiam vir morar em Humaitá, supostamente para viverem juntos.

Diante da identificação dos dois menores de idade, os Policiais lhes colocaram na viatura e seguiram para Porto Velho, onde os adolescentes foram qualificados na central de polícia e após o Delegado plantonista tomar ciência do fato, o adolescente e a menina foram encaminhados para o conselho tutelar.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *