I Mesa de Debates Indígenas ocorre na tarde desta terça-feira, 29, no Campus da Ufam em Humaitá

O Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente da Universidade Federal do Amazonas (IEAA-Ufam), instalado no município de Humaitá, a aproximadamente 600 quilômetros da capital, realiza, nesta terça-feira, 29 de outubro, a I Mesa de Debates Indígenas Direitos Indígenas Violados, para tratar sobre os temas Desmatamentos, Mineração em terras Indígenas e Política Indigenista no Brasil Contemporâneo. A programação terá início às 13h, no auditório Castanheira, localizado na Avenida Circular, e é aberta a todos os interessados.

O objetivo da atividade é debater a política indigenista no contexto atual de retração de direitos fundamentais garantidos na Constituição Federal de 1988 aos povos indígenas do Sul do Amazonas e do Brasil, e ainda promover a discussão e a reflexão sobre tolerância, cidadania, ética, preconceitos, estigmas e valores sociais. A comissão coordenadora é composta pelos professores do Instituto Jordeanes Araújo e Eulina Nogueira.

Os responsáveis pela realização do evento, além do IEAA-Humaitá, de um modo geral, são os graduandos do 5º período do curso de Pedagogia daquela Unidade Acadêmica e o Núcleo de Estudos Afrobrasileiros e Indígenas (Neabi). Também participa, na condição de apoiador da Mesa de Debates, o Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), associação sem fins lucrativos que se dedica aos temas como meio ambiente, desenvolvimento e sustentabilidade.

Programação

Além da Mesa de Debates, que terá dez palestrantes, serão realizadas a venda de artesanatos indígenas e a apresentação cultural da dança tradicional Yrerua (Festa do Guerreiro), do Povo Parintintin. Abaixo, segue a lista de palestrantes e as respectivas entidades que representam:

* Antônio Enezio Tenharin – Organização dos Povos Indígenas do Alto Rio Madeira (Opiam);

* Raimundo Parintintin – Organização do Povo Indígena Parintintin do Amazonas (Opipam);

* Nilcélio Jiahui – Secretário Executivo da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab);

* Ivanildo Tenharin – Secretaria Municipal dos Povos Indígenas de Humaitá (Semupi);

* Rubermar Torá – CTL Baixo Marmelos;

* Angelisson Tenharin do Mestrado em Ciências Ambientais;

* Raimundo Carlos – IEB;

* Marcio Tenharin – Associação do Povo Indígena Tenharin Morõgita (Apitem);

* Heliton Gavião – Liderança Indígena; e

* Aurélio Tenharin– liderança Indígena

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here