1° FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR É REALIZADA EM SILVES

O objetivo é fomentar a produção nas Comunidades e no comércio local do municipio. Além de melhorar a economia, a diversificação das atividades com a piscicultura, abrindo um novo horizonte para o homem do interior.

Cerca de 40 agricultores participaram da 1°Feira da Agricultura Familiar. Praticamente todos os tipos de frutas e legumes produzidos nas comunidades silvenses foram comercializados na feira. “Se tivéssemos mais vezes essas feiras aqui na sede do município, nossa vida iria melhorar. A SEPROR está de parabéns”, agradece o agricultor Edgar Nogueira, da comunidade São Sebastião do Itapauí.

A iniciativa da SEPROR levou ao município os especialistas da piscicultura , que distribuíram 50 mil alevinos aos produtores rurais, que também receberam orientações técnicas. “Eles vieram com antecedência e nos ensinaram a fazer o tanque e mais algumas técnicas. Agora vamos nos aplicar o que nos ensinaram e em 5 meses poderemos estar consumindo tambaqui e vendendo o excedente. Só temos a agradecer !”, enfatiza a agricultora, e agora piscicultora de primeira viagem, Aurélia Ribeiro de 63 anos.

O secretário de produção do Amazonas, DEDEI LOBO, entregou pessoalmente os alevinos. Ao interagir com os piscicultores, enfatizou a experiência de 20 anos como criador de peixe e que está muito feliz com a oportunidade ofertada pelo setor pesqueiro aos agricultores. “O nosso homem do interior sabe pescar e plantar. Agora está aprendendo a criar o tambaqui. Isso é um marco para o desenvolvimento sustentável na Amazônia”, enalteceu Dedei Lobo.
Ainda de acordo com DEDEI LOBO, a maior necessidade do produtor é o escoamento da produção e essas ações tendem a melhorar o relacionamento entre a prefeitura e as comunidades. “Conseguimos em Silves e estamos trabalhando essa parceria em vários municípios. A Sepror tem a obrigação, não apenas de melhorar a produção agrícola, mas principalmente a vida dos nossos produtores”*, acrescenta Dedei.

A SEPROR realizou também durante a feira o curso ” Tambaqui sem espinha” capacitando a mão de obra local no mercadão de Silves, treinamento na extração da espinha de peixe, gerando oportunidade ao pequeno empreendedor do municipio.

Para o prefeito de Silves mobilização dos agricultores silvenses e a receptividade da população em relação à Primeira Feira da Agricultura Familiar é um indicativo do que deve ser feito. “A sociedade é dinâmica e exige de nós a sensibilidade necessária para darmos prioridade ao que merece prioridade. Com essa atividade da SEPROR em nosso município, a prefeitura de Silves teve um grande aprendizado e vai priorizar o primeiro setor. Vamos repetir”, revelou Aristides Queiroz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here