Unidade portuária de Humaitá, entrará em operação de funcionamento, atestam Comissão Vereadores em Manaus

 

O problemático Porto hidroviário de Humaitá, ADMILSON BRASIL foi pauta na câmara municipal de nosso município, devido a sua funcionalidade não cumprir seu objetivo, desde sua inauguração há quase 10 anos atrás. Uma obra federal milionária, amarga descrédito popular na maioria dos municípios em que esta obra foi concretizada.

Em Humaitá, nossos legisladores após reunião plenária solicitaram explicações através de ofício no dia 12 de fevereiro 2019 ao DNIT, pedindo Informações dos motivos pelos quais nossa unidade portuária encontra-se paralisada até a presente data. As informações prestadas pelo representante local informaram que, as pontes de ligação até a balsa de atracação de embarcações estavam passando por manutenção e que até dia 04 de março os serviços estariam concluídos.

Com a presença da Comissão de vereadores de Humaitá em Manaus, nosso representantes legislativos se deslocaram até a sede regional do DNIT no Amazonas, para cobrarem explicações, pelos quais os serviços não foram concluídos até então. O Porto de Humaitá continua sem funcionar até o momento o que tem acarretado uma série de prejuízos e reclamações de que o mesmo não serve para nada. Os vereadores, foram atendidos, pelo senhor Luciano Moreira Filho que é o responsável do DNIT para questões portuárias e ocupa a Coordenação Geral de Administração Hidroviário.

Os vereadores citaram os problemas recorrentes da unidade portuária de Humaitá, onde teve ainda a participação do proprietário da empresa ANTONELLY CONSTRUÇÕES que estar fazendo a manutenção do Porto, o Sr. Nilson Freitas, que assegurou o funcionamento do Porto para operar com segurança, apenas para entrada e saída de carros pequenos, que segundo acrescentou que falta fazer alguns ajustes ocasionados pelas cheias do Rio Madeira que tem impossibilitado o término dos serviços de solda na cabeceira do Porto.

Segunda feira (08) chegará em Humaitá dois engenheiros para fazer o laudo pericial do que já foi feito pela empresa ANTONELLY CONSTRUÇÕES. Ao términio da reunião os vereadores agradeceram as explicações tanto por parte do DNIT quanto da empresa ANTONELLY que estão comprometidos com os serviços e tão logo irão liberar unidade Portuária municipal ADMILSON BRASIL para operação normalizada.

Texto: Chaguinha
ACRÍTICA DE HUMAITÁ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here