Setor da construção civil em Humaitá cresce e gera cerca de mil novas vagas de emprego

O setor da construção civil no município de Humaitá cresceu 8,42% em 2019, após os meses de queda, em 2018. Os números, de construção e obras espalhados nas ruas da cidade, atestam o aquecimento do setor da Construção no maior município do sul do Amazonas.

As gerações de empregos nesta área indicam que pelo menos 1 mil novas vagas foram abertas, sendo o melhor resultado do setor nos últimos três anos.

Em 80% das ruas da cidade, tem gente construindo ou reformando suas casas, os índices são ainda mais promissores, para 2020 que aponta um crescimento ainda maior.

Humaitá criará novos postos de trabalhos com o funcionamento do FRIGORÌFICO AMAZONAS que abrirá, mais 250 empregos diretos e pelo menos 400 indiretos. A chegada de grandes empresas que virão investir no município, dará um “up grady” município que nesta virada de ano, quebrará record no setor primário na produção de grãos, teremos a maior colheita de soja de todos os tempos, com uma previsão inda mais promissora para o meio do ano de 2020.

É preciso deixar claro que este crescimento é impulsionado por investimentos de produção de grãos, são oriundos do setor privado, que agregado ao da construção civil do setor público e privado, turbinarão a geração de ofertas de trabalho em toda a cidade.

O prefeito de Humaitá Herivâneo Seixas, cita que o município tem avançado bastante durante sua gestão, e que ´novas frentes´ de serviços vão acontecer ao longo do novo ano.

 “Vejo com bons olhos a movimentação dos bancos que vem abaixando as taxas de juros, o que possibilita maior acesso a créditos em todos os setores econômicos de nossa cidade, já temos vários bancos de créditos como SICOOB, BASA, CAIXA ECONOMICA, BRADESCO E BANCO DO BRASIL. As oportunidades econômicas já despertaram grandes empresas, veja o exemplo da RONDOBRAS, SANA AUTO PEÇAS, MAGAZIN, GAZIM, FRIGORÍFICO AMAZONAS, GRUPO MASUTTI, GRUPO PASSARÃO enfim dezenas de outros empresários que estão ampliando seus comércios, nada disso é por acaso, tudo é resultado de um crescimento econômico agregado desde a produção do açaí, da castanha, da carne, do peixe, do extrativismo mineral. Feche seus olhos e observe o quanto a cidade mudou, nos últimos dois anos”. Finalizou o prefeito.

 

CHAGUINHA/ACRÍTICA DE HUMAITÁ

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here