Omar faz crítica dura ao Governo Dilma e discute com Vanessa por discriminação de verbas para Manaus

“O prefeito Arthur Virgílio não é do meu partido, mas não aceito essa discriminação com a cidade de Manaus”.

A frase, baseada em reportagem do jornal O Globo demonstrando que Manaus foi discriminada na distribuição de verbas do Governo Dilma, foi tema de discurso do senador Omar Aziz (PSD-AM), nesta terça-feira. Ele prometeu que, dia sim, dia não, vai cobrar que a distorção seja corrigida. O senador, em tom sempre duro, apresentou dados que derrubam um dos principais argumentos a favor da presidente.

Anunciou que a Prefeitura teve projetos aprovados nos ministérios, mas que não tiveram os recursos liberados. A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), que derrotou Arthur Virgílio para o Senado, em 2010, e foi derrotada por ele na disputa da Prefeitura de Manaus, em 2012, contestou Omar. Disse que “não tem culpa se Arthur não conseguiu aprovar projetos”. Repetiu que “verbas liberadas para a mobilidade urbana foram devolvidas por falta de projetos”. E chegou a dizer que “o prefeito que vá aprender a administrar”.

Omar a interrompeu e ficou patente que as rusgas da campanha de 2014, quando Vanessa ficou com Eduardo Braga e Omar com José Melo, ainda dividem a bancada do Amazonas. Omar disse que “não é verdade” que o dinheiro da mobilidade (R$ 800 milhões) foi devolvido. “O Governo Federal nunca foi bonzinho com Manaus. A verba que repassou foi por empréstimo. O dinheiro da mobilidade era empréstimo e não foi devolvido, apenas não foi emprestado”, repetiu.

O apoio para a liberação de recursos para obras em Manaus acabou vindo de senadores de outros Estados. O senador Agripino Maia (RN), presidente do DEM, aparteou Omar para lembrar que Arthur é “um dos maiores políticos do Brasil” e que “certamente outros senadores, que admiram o prefeito, vão se unir em defesa dele. E disse que o senador amazonense “não está só nessa luta em defesa de Manaus”.

Texto:\Blog do Marcos Santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here