Núcleo de Comunicação Social da PRF alerta sobre “Fake News”

Há um grupo de indivíduos que divulga notícias falsas, normalmente mensagens de áudio e fotos, com a única intenção de provocar baderna e desespero na população em geral. 

 

Nesse momento sensível que enfrentamos, as notícias se multiplicam pelas redes sociais. Hoje em dia, grande parte da população tem um celular disponível, assim, as informações são transmitidas com muita velocidade.

Infelizmente, nem todas as pessoas utilizam essa facilidade para o bem. Há um grupo de indivíduos que divulga notícias falsas, normalmente mensagens de áudio e fotos, com a única intenção de provocar baderna e desespero na população em geral.

Atitudes simples podem nos ajudar a filtrar melhor as notícias que recebemos nas redes sociais, como as listadas abaixo:

1. DESCONFIE DE ÁUDIOS E FOTOS: hoje em dia, tudo o que acontece é facilmente filmado. Quando recebemos uma fotografia de uma situação crítica, como um incêndio ou uma pessoa ferida, acompanhada de um áudio, normalmente em tom ameaçador ou bastante nervoso, há uma grande chance de ser uma notícia falsa. O mesmo celular que tira a foto é capaz de filmar; as pessoas, normalmente, não perdem a chance de registrar fatos relevantes, ou seja, se é real e existe uma foto, a chance de ter vídeo é muito grande;

2. VÍDEOS ANTIGOS POSTADOS COMO SE FOSSEM ATUAIS: Uma forma comum de disseminar mentiras é escrever um texto sobre uma situação específica (Exemplo: viatura policial capota na BR) acompanhada de um vídeo. Muitas vezes esses vídeos aconteceram em outros lugares ou ainda remetem a situações do passado, que nada têm a ver com as manifestações de hoje. Procure identificar no vídeo, características da região (prédios, praças, postos de combustível), o modo de falar das pessoas (como sotaques e regionalismos) e outros detalhes que ajudem a ter certeza sobre o local onde as imagens foram feitas. Uma pesquisa em sites de vídeo, como o  YouTube, também pode auxiliar na descoberta de mais detalhes sobre o vídeo.

3. PERGUNTE PARA UM AMIGO ANTES DE DIVULGAR: Antes de compartilhar uma notícia que recebeu, busque informações com amigos e conhecidos. (Exemplo: você recebe uma foto de uma árvore que caiu em cima de um carro com o seguinte texto: Árvore cai em carro na Jorge Teixeira e fere família). É bastante provável que você tenha amigos que trabalhem ou que passem por aquela região, então, mande uma mensagem e pergunte se alguma coisa aconteceu por ali. Se a notícia for verdadeira, você receberá mais detalhes e ficará melhor informado. Caso seja falsa, evita espalhar algo que foi feito com a finalidade de assustar as pessoas.

A Polícia Rodoviária Federal acompanha de perto as manifestações, garantindo direitos, coibindo eventuais excessos, buscando a manutenção da ordem pública e a segurança de todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here