Matou suposto assassino do irmão a pedradas

Márcio Roberto Marinho Cardoso, de 48 anos, foi morto com tiro após ser agredido a pedradas por um “colega” na tarde de ontem (10), por volta das 14h, no bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus. Segundo testemunhas, Márcio chegou em uma motocicleta, modelo Titan 125, com o assassino.

 

O rapaz desceu da motocicleta e efetuou pelo menos dois tiros contra a vítima. Apenas um disparo acertou Márcio e, durante o ato, o suspeito chegou a dizer que ele ia morrer porque matou o irmão dele enquanto jogava pedras na vítima. Após os tiros, o autor ainda teria desferido uma pedrada no rosto de Márcio que não resistiu aos feri mentos e morreu no local. “Ele pediu para que ninguém se metesse nisso e saiu correndo pelo beco.

 

A motocicleta foi abando- nada aqui perto”, contou uma testemunha. A equipe da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi acionada e isolou a área até a chegada da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), do Departamento de Perícia Técnico-Cientifica (DPTC) e do Instituto Médico Legal (IML).

 

O delegado Guilherme Antoniazzi, plantonista da DEHS, disse que a primeira linha de investigação é acerto de contas. A motocicleta foi apreendida pela especializada e será utilizada no processo de investigação.

Texto: Suyanne Lima

Fonte: Emtempo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here