Evandro Melo consegue HC e será liberado após fiança de R$ 190 mil

Por Rosiene Carvalho, da redação

O ex-secretário do governo José Melo e irmão do ex-governador, Evandro Melo, também conseguiu habeas corpus (HC) na terceira turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) e será liberado mediante pagamento de fiança de 200 salários mínimos. Em outra decisão da terceira turma nesta terça-feira, dia 24, o ex-titular da Sefaz Afonso Lobo teve habeas corpus concedido mediante fiança de 100 salários mínimos ( R$ 95.400,00).

A informação foi confirmada pelo plantão da 4ª Vara da Justiça Federal no Amazonas.

A fiança de Evandro Melo é o dobro do valor de Lobo: R$ 190.800,00 o mesmo estipulado para o irmão e cunhada dele, que receberam decisão favorável na semana passada e ainda não pagaram o valor.

Condições

Os dois secretários terão que cumprir uma série de condições para se manterem fora da cadeia como uso de tornozeleira eletrônica, não contato com outros investigados, entrega do passaporte, não circulação em repartições públicas e disponibilidade de comparecimento em juízo sempre que solicitados.

A reportagem questionou se havia decisão que atingisse também o ex-secretário de Saúde e médico Pedro Elias. O plantão da 4ª Vara Federal informou que nenhuma decisão relacionada a Pedro Elias foi comunicada pelo TRF 1. Na operação também foram presos o ex-chefe da Casa Civil Raul Zaidan, que cumpriu apenas prisão temporária de cinco dias, não prorrogada pela justiça.

O ex-secretário Wilson Alecrim foi preso durante tratamento de câncer e chegou a sangrar na cadeia. Alecrim foi o primeiro a ser liberado para prisão domiciliar porque comprovou que cirurgia para tratar a doença estava marcada em São Paulo.

O ex-secretários e o ex-deputado foram denunciados pelo Ministério Público Federal por se beneficiarem de um esquema suspeito de desviar mais de R$ 100 milhões do setor de saúde.

FONTE: BNC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here