Contra- proposta, professores querem 27,5% de aumento para retornarem ao trabalho

A assembleia geral dos servidores da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) para discussão das propostas feitas pelo Governo do Amazonas.

Após discussões acaloradas sobre o tema, as categorias envolvidas decidiram pela rejeição do reajuste de 15,53% e continuidade da greve por tempo indeterminado.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) agendou uma nova reunião nesta sexta-feira (6/4) para que seja feito o encaminhamento de uma outra contraproposta com índice de 27,5% ainda este ano aprovado pela Assembleia Legislativa, pondo fim ao movimento .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here