ALERTA – TRÊS CASOS SUSPEITOS DO VÍRUS H1N1 EM HUMAITÁ

 

O vírus que já matou 32 pessoas no Amazonas e já temos mais de 100 outros casos confirmados, pode ter chegado ao nosso município. Inicialmente é preciso deixar claro que, já estão internados e em observação, no Hospital Geral de Humaitá três  pessoas que apresentam, todos os sintomas característicos da temível gripe H1N1.

A secretaria de saúde do município, já tomou todas as providencias necessárias para evitar a evolução do vírus em nossa cidade. Os TRÊS casos suspeitos, estão em observação na unidade hospitalar municipal e aguardam o resultado dos exames realizados, para a confirmação definitiva, que deve acontecer até segunda-feira (25).

CLEOMAR SCANDOLARA – SECRETÁRIO DE SAÚDE EM HUMAITÁ

Nossa redação entrou em contato com o secretário de saúde Cleomar Scandolara, para confirmar a veracidade dos fatos. O secretário confirmou os três casos suspeitos, mas, acrescentou que, ainda não poderia afirmar oficialmente a presença do vírus no município, embora todos os sintomas apresentados, confirmem a existência destes dois casos. “Colhemos o material para exames ainda na sexta (22) à noite foi para o LACEN pra fazer a análise laboratorial, os resultados saem em 10 dias”, disse o secretário.

Sobre os pacientes, o secretário disse que dos três em observação, dois permanece internados tomando medicações e o outro, foi liberado para ir pra casa, onde tomará medicamentos e ficará em observação. Os dois casos registrados, um é de Humaitá e o outro é de Manaus, e que aguardará o resultado e a confirmação dos exames realizados para então confirmar os dois primeiros casos em nossa cidade.

Nesta segunda-feira (25) todos os postos de saúde já estarão vacinando toda a população inserida nos grupos de riscos, determinados pelo governo federal, é muito importante que todos façam sua parte. Quem faz parte da lista dos prioritários, deve levar sua documentação, junto com seu cartão de vacina.

Os grupos prioritários que sao:
✅profissionais de saúde;
✅pessoas com 60 anos ou mais;
✅crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
✅gestantes;
✅puérperas;
✅professores de escolas públicas e privadas;
✅povos indígenas (aldeados);
✅portadores de doenças crônicas;
✅adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida educativa;
✅população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Procure um posto de saúde mais próximo de sua casa, leve seus documentos e o cartão de vacina.

Texto: Chaguinha

ACRÍTICA DE HUMAITÁ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here