A AGONIA VOLTOU! HUMAITÁ ENFRENTA RACIONAMENTO PROGRAMADO DE ENERGIA

 

O município de Humaitá, voltou a enfrentar racionamento de energia por determinação da empresa operadora Consórcio Oliveira Energia Atem, que descumprindo liminar proferida pelo Juiz da 1ª Vara da Comarca de Humaitá Dr. Diego Brum Legaspe Barbosa que, determinou o religamento de todos os motores disponíveis no Parque Energético do município, até que, a empresa renovasse contrato com empresas prestadoras de serviços, que estavam sem contratos. Naquele momento o município enfrentava racionamento energético de forma alternada, devido a falta de entendimento da autarquia com as empresas contratadas para suprirem a necessidade energética do município.

O Juiz Dr. Diego Brum Legaspe Barbosa concedeu liminar a prefeitura de Humaitá, determinando que o Consórcio Oliveira Energia Atem religasse todos os motores, imediatamente, sob pena de pagar multa diária de R$ 50 mil reais. A liminar concedida tem data de 28 de fevereiro de 2019.

O Consórcio Oliveira Energia Atem determinou ao seu gerente de Humaitá que procedesse racionamento novamente, a partir deste sábado, desobedecendo a ordem judicial.

O prefeito de Humaitá Herivaneo Seixas, entrou em contato com a gerencia local, para saber o que estava ocorrendo, e foi informado de que havia chegado uma determinação da diretoria de Manaus, para execução novamente do racionamento programado, e que o mesmo estaria cumprindo determinação superior.

Portanto, enquanto a empresa gestora da ELETROBRAS AMAZONAS ENERGIA não contratar as empresas que são donas dos motores que abastecem o parque energético do município, todos os consumidores que pagam suas contas mensais, serão obrigados a suportarem o racionamento programados pela ‘nova’ operadora, o Consórcio Oliveira Energia Atem. A escala com os horários programados para o racionamento ainda não foram divulgados, mas o racionamento energético durante a tarde e a noite em Humaitá, foi realizado com sucesso.

“Eu estou indignado com o descumprimento da liminar concedida pelo juiz de nossa Comarca, isso é um desrespeito com nosso povo. Os usuários são obrigados a pagarem suas contas de luz todos os meses, e a nova operadora, está descumprindo seu serviço em oferecer a energia continua, sem interrupções programada”. Disse o prefeito, através de postagem, e vídeo divulgado nas redes sociais.

TEXTO: CHAGUINHA

ACRÍTICA DE HUMAITÁ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here